A autora Glória Perez
Zé Paulo Cardeal/TV Globo
A autora Glória Perez


Glória Perez resolveu se manifestar após saber que a Paula Thomaz, condenada pelo assassinato de sua filha, Daniella Perez, há 28 anos, está circulando pelo meio artístico. "Essa criminosa não tem limites. Não preservou o filho que estava na barriga, quando se fez assassina, e não preserva a filha de um meio onde terá sempre como referência ser a filha de uma assassina", respondeu a autora de novelas ao ser marcada em uma rede social para comentar a notícia dada em primeira mão por esta coluna.

Condenada pelo assassinato da atriz Daniella Perez , há 28 anos, Paula Thomaz , hoje assina outro sobrenome, foi conhecida por pessoas que circulam em um dos shoppings da Barra da Tijuca por levar sua filha para uma agência de talentos artísticos no local. A menina tem cinco anos, faz parte do casting de atores mirins da Agência Cintra e já até aparece em algumas campanhas publicitárias. Em outubro, a garota fez o anúncio de uma badalada loja infantil.

O assassinato de Daniela Perez aconteceu no dia 28 de dezembro de 1992. Paula e o então marido, o ator Guilherme de Pádua foram julgados e condenados cinco anos depois por homicídio duplamente qualificado e por motivo torpe e sem possibilidade de defesa da vítima. A atriz e bailarina era colega de elenco da novela " De Corpo e Alma " de Guilherme, que acabou sendo sentenciado a 19 anos de prisão. Já Paula, a 16 anos. Os dois foram soltos depois de cumprirem um terço da pena. Desde que saiu da prisão em 1999, Paula Thomaz se formou em Direito, casou com um advogado e, hoje, assina como Paula Nogueira Peixoto. 

    Veja Também

      Mostrar mais