Andressa Urach
Reprodução Instagram
Andressa Urach

Andressa Urach talvez ainda não saiba, mas depois que a modelo externou ao mundo sua indignação e decepção com a Universal, ela começou a perder espaço em alguns canais de TV.

Segundo a coluna apurou, algumas das emissoras onde a Igreja Universal compra horários para transmitir seus programas e pregações entenderam que o ideal é não receber mais a modelo para dar seus testemunhos, mesmo que ela traga retorno na audiência.

O objetivo é evitar se indispor com o templo que vem sofrendo ataques da modelo. Vale lembrar que essas emissoras faturam milhões por ano com os horários comprados pela Universal.

Recentemente a modelo abriu o coração em suas redes sociais e falou sobre o que a levou a se afastar da igreja. "Gente, eu não escondo nada de ninguém. Nos últimos meses passei por uma decepção tão grande, que não consegui nem estudar, vou ter que trancar a faculdade de jornalismo, pois não tenho cabeça para pensar sobre isso. Dediquei meus últimos seis anos da minha vida para Jesus, como todos sabem, mas acabei me sentindo como um objeto descartável, nunca me senti assim, nem no tempo da prostituição", disse Urach.

Ela também contou que a postura das pessoa da igreja quase a fizeram virar ateia. “Fui excluída de grupos fazendo eu me sentir como se eu tivesse ‘demônios’ por deixar de fazer parte da instituição. Mas, graças a Deus, no hospital em 2014 estive de frente com a morte e passei por uma experiência pessoal com Deus e sei que Jesus é vivo. A questão em pauta é: amo a igreja, mas não consigo mais ir na igreja, peguei ranço, pois falam que, uma vez afastados, ficamos sete vezes piores do que quando chegamos. Então, não quero ficar ouvindo isso! Isso está me fazendo mal. Não quero e não vou voltar a ser quem eu era”, afirmou.

Andressa também revelou que quer de volta as doações que fez ao templo e que, caso não as receba de volta, entrará na Justiça para reaver suas contribuições. “Conversei amigavelmente com a igreja para eles me devolverem as doações que fiz nos últimos anos, mas infelizmente não retorno ainda, não queria entrar na justiça.Mas não estou bem, estava vulnerável na época e não pensei no futuro do meu filho e muito menos no meu, estava em uma fase muito frágil e ainda estou, então vou voltar aos meus tratamentos ”, explicou.

    Veja Também

      Mostrar mais