Lexa
Reprodução Instagram
Lexa

A cantora Lexa foi assaltada quando deixava as gravações do seu programa "TVZ Temporada Lexa", no Multishow , na noite desta segunda-feira (12). Ainda durante o final de semana prolongado, ela teve o clipe de seu novo single, Sobrenatural , censurado no Youtube.

Vítima da criminalidade, a artista estava no carro da equipe da Mulitshow em direção ao Popline Space, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, quando bandidos armados abordaram o veículo e levaram os pertences dos ocupantes do automóvel. Lexa ficou sem a bolsa com todos os documentos e o celular. A assessoria confirmou a informação.

"Na noite desta segunda-feira, 12, a cantora Lexa foi assaltada na Av. das Américas, na Barra da Tijuca, Zona Oeste no Rio de Janeiro. Lexa havia deixado os estúdios da Globosat, onde grava o 'TVZ Temporada Lexa', e se dirigia para o Popline Space, no shopping Via Parque, na Barra, quando o bandido puxou o celular de dentro do veículo que ela estava. A cantora encontra se bem fisicamente, apenas abalada emocionalmente pelo ocorrido", diz o comunicado.

No Instagram de Darlin Ferratry , mãe da artista, foi divulgado um vídeo em que ela tranquiliza os fãs. "Gente, eu acabei de ser roubada, mas eu estou bem. Só estou nervosa. Mas só pra vocês saberem, porque se eu estiver sumida, se eu sumir um pouco", diz Lexa, a a partir da conta de sua mãe.

Horas depois, ela voltou ao seu próprio Instagram. "Oi, gente. Nossa, agora estou mais tranquila. Fui assaltada e meu stylist também. Levaram meu celular e gravei no celular do Mitch. Na hora eu quis me comunicar porque eu não lembrava de nenhuma das minhas senhas. Consegui agora recuperar meu Instagram", declarou. 

"Fiquei muito nervosa. Na hora não conseguia lembrar de nada. Quem já foi assaltado, fica em pânico, em choque. Estou falando no celular da minha mãe, agora que consegui recuperar tudo, com ajuda de várias pessoas. Estou bem", completou.

Vitória em meio ao trauma

Lançado no final de semana o novo clipe de Lexa, Sobrenatural , foi censurado pelo Youtube por ter sido considerado ‘impróprio para menores’ . Para assistir o internauta tinha que fazer login para confirmar a idade.

A cantora considerou um absurdo a decisão da rede social e correu atrás. Ela e a gravadora conseguiram provar que não tinham cenas de sexo explícito, só uma performance sensual. O vídeo agora está liberado geral e o single faz parte do recém-lançado segundo álbum da carreira de Lexa, chamado "L2", um trabalho novo que tem uma pegada mais pop. A assessoria da artista confirmou a informação: "Está tudo certo agora e todo mundo pode ver".


    Leia tudo sobre: Youtube

    Veja Também

      Mostrar mais