Dandara Mariana foi um dos destaques da live de lançamento do curta-metragem "O Casaco", nesta quinta-feira (25). Ela é a protagonista da produção, que é uma adaptação do relato real de injúria racial vivido por Karine Fernandes, há três anos. A jovem negra foi acusada por uma vendedora de roubar seu próprio casaco em uma loja em Madureira, no Rio de Janeiro.

Dandara Mariana
Reprodução/Instagram
Dandara Mariana


A atriz conversou sobre o filme, a carreira e também falou de racismo. Dandara opinou sobre a política de segurança pública. “É política de extermínio. A polícia que matou Agatha, Miguel, e tantos outros, é a mesma, que a nível mundial, asfixiou George Floyd”, e completou “A polícia é treinada para matar, não para prender. O que a polícia faz em Madureira ela não faz no Leblon, para quem mora no Leblon. As balas da polícia têm CEP.”

Dandara também falou sobre a falta de representatividade dos negros nas artes e na cultura e desabafou: "Escutamos nossa estória de forma errada nas escolas, ela não tem registro e ainda querem apagá-la. Meu Deus”.

    Veja Também

      Mostrar mais