Tamanho do texto

Aposta da HBO em produções nacionais, Chaves bem brasileiro e raridades de Bob Dylan em coletânea são destaques da coluna Bastidores

Comemorando 15 anos no Brasil , a HBO anunciou 15 novas produções nacionais . Entre as atrações há temáticas variadas, desde música, economia, política e arquitetura, em formato de filmes e séries ficcionais e documentais.

Divulgação
"Babel SP" é uma das produções da HBO, que documenta a vida de refugiados e brasileiros convivendo em uma ocupação em São Paulo

“Começamos a produzir conteúdo local na América Latina quando ainda não havia mercado produtor. Como na época as TVs locais desenvolviam conteúdo apenas para consumo próprio, fomos buscar talentos na área de cinema”, conta Roberto Rios, vice-presidente corporativo de Produções Originais da HBO Latin America.

Leia também: De olho no avanço da Netflix, HBO planeja produzir mais séries nos próximos anos

Atrações da HBO

Entre os documentários musicais se destacam “Refavela 40”, sobre o disco de Gilberto Gil e sua relevância 40 anos depois, e “Funk.Doc”, série de Luiz Bolognesi sobre origens do gênero, a aproximação com a violência, sua forte carga sexual, a estética musical e poética.

Marina Person e Giuliano Cedroni falam sobre a violência no ambiente universitário na série documental “Rompendo o Silêncio”, e “Apenas Meninas” fala sobre o casamento infantil no Brasil.

Também documental, a série “Babel SP” de André Amparo, vai tratar dos refugiados palestinos e dos brasileiros que convivem em uma ocupação na Liberdade, em São Paulo, mostrando o contraste de costumes, cultura e religião dos moradores do edifício. Já “O Elogio da Liberdade”, criada e escrita por Bianca Comparato, fala sobre a luta da mulher por liberdade, com base na experiência da escritora Rosiska Darcy de Oliveira.

Leia também: Conflitos íntimos e femininos ganham relevo na enigmática "Sharp Objects"

Dylan acústico

Bob Dylan ganha coletânea com raridades da carreira
Divulgação
Bob Dylan ganha coletânea com raridades da carreira

Materiais raros e obras pouco conhecidas de Bob Dylan fazem parte de uma coletânea lançada na última sexta-feira (27). “Live 1962 - 1966: Rare Performances from The Copyright Collections” reúne clássico do artista que haviam sido divulgados apenas em três limitadas compilações de gravações raras do artista, lançadas em 2012, 2013 e 2014. O álbum apresenta a transformação de Dylan, que passou de um inovador artista folk para uma icônica força da cultura pop.

O álbum conta com gravações inspiradoras do artista em sua era de cafeterias, suas místicas apresentações no New York's Town Hall e Carnegie Hall, performances de suas turnês na Europa em 1965 e 1966 e momentos dos Festivais de Newport Folk de 1964 e 1965.

Chaves no Brasil

Édgar Vivar revive Sr. Barriga do clássico
Divulgação
Édgar Vivar revive Sr. Barriga do clássico "Chaves" em episódio inédito de "Vai Que Cola"

Depois de adquirir os direitos para transmitir “Chaves” e “Chapolin”, o Multishow agora vai contar com um ator do elenco da produção original mexicana em um episódio da nova temporada de “vai Que Cola”. Édgar Vivar, o Sr. Barriga, fez uma participação especial na série, em episódio que faz uma homenagem ao seriado.

De férias na Praia Grande, no litoral paulista, os moradores da pensão do Méier participam de uma festa temática, caracterizados como os queridos personagens. Cacau Protásio será Pópis, Catarina Abdalla, Dona Florinda, Samantha Schmütz vive a Chiquinha, Aline Riscado o Seu Madruga, Marcus Majella a Bruxa do 71 e Chapolin, Emiliano D’Avila o Chaves e Rafael Infante faz Quico e professor Girafales. A nova temporada de “Vai Que Cola” estreia é no dia 13 de agosto, com exibição de segunda a sexta, às 22h30, no Multishow.

Streaming no topo

Que o streaming é uma realidade todo mundo sabe, mas algumas empresas que cresceram como plataforma online hoje se tornaram algumas das maiores marcas de entretenimento do mundo. De acordo com ranking da Kantar e WPP, Netflix, Apple e Amazon se incluem nessa lista. Só a Netflix teve um crescimento de 73% como valor de marca, o equivalente a US$ 20,8 bilhões. Google, Facebook e Disney também fazem parte do topo da lista.

Leia também: Netflix surpreende e compra os direitos de "Mogli: O Livro da Selva" da Warner

Dragões de volta

Por falar em HBO , o canal parece ter definido o retorno de sua galinha dos ovos de ouro, “Game of Thrones”. A série, que não teve exibição em 2018, retorna para sua temporada final apenas em 2019. Agora, de acordo com um executivo do canal, Casey Bloys, o retorno deve acontecer ainda no primeiro semestre. Em 2017 a série estreou apenas em junho, mas o final deve chegar mais cedo.

    Leia tudo sobre: game of thrones
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.