Tamanho do texto

Papo com diretores do premiado filme nacional "Arábia", retorno de Al Pacino a HBO e recorde de Simone e Simaria na coluna Bastidores

Programado para chegar aos cinemas no dia 5 de abril, o longa-metragem “Arábia” ostenta uma brilhante e premiada carreira em festivais mundo afora. Na última edição do Festival de Brasília saiu consagrado com os prêmios de melhor filme e ator para Aristides de Souza.

Leia também: Pearl Jam celebra a vida e "surfa" com o público em show memorável no Lolla

Cena do filme Arábia, que estreia no Brasil em 5 de abril
Divulgação
Cena do filme Arábia, que estreia no Brasil em 5 de abril

O filme narra a vida comum de um trabalhador, com frustações, sofrimento e felicidade, revelando uma realidade obscura do desenvolvimento social e econômico no Brasil. A coluna bateu um papo com Affonso Uchôa e João Dumans, diretores da obra. Afonso conta que o filme partiu de uma inquietação. “Não vivemos necessariamente grandes histórias. Nossa vida é ordinária e o que pode fazer o cinema diante disso então”, provoca sobre o que nutriu “ Arábia” . “Trata-se do cinema como reinvenção da história”. João acrescenta: “Essas são as nossas tragédias, os nossos épicos”.

Leia também: Os famosos que já foram flagrados usando drogas

O filme tem uma verve narrativa literária, já que é narrado em primeira pessoa e tem um desenvolvimento lento e imagético. “A gente se deixou influenciar por essa literatura moderna que buscou a realidade política e social das pessoas no Brasil”, observa João que conta que a produção quase enlouqueceu com o grande offno qual consistia o roteiro. “O final só gravamos depois de começado o processo de montagem”, informa Afonso para dimensionar a fluidez do processo criativo do filme.

Para João, “Arábia” é um filme que busca se comunicar com esse Brasil “que está insensibilizado às histórias das vidas das pessoas marginalizadas”, mas é, também, “um filme sobre a escrita”.

Arábia | Trailer - Brasil from Katásia Filmes on Vimeo .

Sucesso que não dá trégua

É hit! “Paga de solteiro feliz, mas quando chega em casa, chora”. Esse é o refrão do clipe que chegou a marca de 50 milhões de visualizações neste ano! Estamos falando de “Paga de solteiro feliz”, música de Simone e Simaria , em parceria com o DJ Alok, lançado em meados de janeiro. O sucesso já supera as expectativas, repetindo os passos do fenômeno alcançado com “LOKA” no ano passado.

Leia também: Nova feira cultural, World Pop Festival traz ao Brasil duelo de bandas de K-Pop

O retorno de Pacino

Al Pacino em Paterno
Divulgação
Al Pacino em Paterno

Al Pacino está de volta à HBO e de volta a um projeto polêmico. Depois de "Você Não Conhece o Jack" e "Phil Spector", ele estrela "Paterno", sobre o técnico mais vitorioso do futebol americano universitário envolvido em um escândalo de abuso sexual. O filme é dirigido por Barry Levinson e estreia no canal no dia 7 de abril, às 22h.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.