Tamanho do texto

As séries da HBO que exploram a pornografia, nova temporada de Mr. Robot e campanha de moda irreverente são destaques da coluna Bastidores

No final de agosto a HBO estreou “ The Deuce ”, série protagonizada por James Franco sobre os primórdios da indústria pornográfica nos EUA nos anos 70. Além de atuar, Franco dirige alguns episódios e tem crédito como produtor executivo. Na série, ele interpreta os irmãos gêmeos Frankie e Vincent Martino, que acabam trabalhando para a família de mafiosos Gambino, no centro de Nova York, e alcançam alguma projeção por conta própria ao se envolver com pornografia.

Leia também: O que está em jogo com a proibição da pornografia no Brasil?

Divulgação
"The Deuce", que estreou na HBO, retrata o início da indústria pornográfica nos EUA

A série mostra donos de bar, garçons, prostitutas, cafetões, policiais e outros personagens da vida noturna em um universo de sexo, crimes e violência, quando o negócio da pornografia começa a ascender das casas de massagem e das produtoras de filmes apoiadas pela máfia até ocupar um espaço de legitimidade.

Leia também: Dez filmes que abordam sem pudores a indústria pornô

Já no Brasil, a produção " Magnífica 70 " aposta em um caminho similar, porém permeado pela ditadura. A série gira em torno de Vicente (Marcos WInter), um agente do Departamento de Censura Brasileira que acaba se envolvendo com a produção de cinema, principalmente da pornochanchada .

Divulgação
"The Deuce" conta com Maggie Gyllenhaal no elenco

Apesar de não ser exatamente novo tratar da indústria cinematográfica, ambas séries buscam fazê-lo por um novo olhar. Em “The Deuce”, predonomina ação ilegal de quem se envolve com essa indústria, e os meios ilícitos como ela é financiada. No Brasil, o foco é moral mesmo, dada a censura do período. Ambas mostram o cinema pornográfico como uma saída financeira de sucesso, porém no Brasil, “Magnífica 70” ainda explora o surgimento de um importante estilo cinematográfico, que revelou grandes atores e diretores e transformou a Boca do Lixo, reduto cinematográfico em São Paulo, num ícone da produção audiovisual. O que as duas séries têm em comum também é o fato de que ambas fazem cinema “por baixo dos panos”.

Franco e o pornô

James Franco é um dos artistas mais prolíficos em Hollywood atualmente. Creditado em mais de 100 produções, ele dirige, atua, produz e escreve. Mesmo que nem sempre encontre um público para seu trabalho, ele parece ter pelo menos uma constante em sua filmografia: sexo. Ele fez uma ponta como Hugh Hefner em “Lovelace”, filme sobre a atriz Linda Lovelace e atuou em “King Cobra”, drama sobre a indústria pornográfica gay. Em “About Cherry”, ele faz um produtor da indústria pornográfica que convence a jovem Angelina (Ashely Hinshaw) a entrar para o pornô.

Divulgação
"Magnífica 70" explora o surgimento da pornochanchada no Brasil, durante o período da Ditadura

Mas, não só isso, Franco já deu outras contribuições para contar histórias pouco exploradas sobre a indústria do sexo. Em 2013 ele produziu o documentário “Kink”, sobre o site de mesmo nome que ganhou grande repercussão por explorar diferentes fetiches de anônimos. Ele também dirigiu “Interior. Leather bar”, um filme com raízes também na censura. O longa busca recriar cenas de “Parceiros da Noite”, de 1980 com Al Pacino e dirigido por William Friedkin. O filme retratava a cena gay de Nova York nos anos 1970 e teve diversas cenas de sexo censuradas. O ator, portanto, não só tem certo fascínio pela indústria pornográfica, como também usa seu trabalho (e sua influência) para desmistificar a maneira como o cinema retrata e lida com sexo.

HBO

Além de “Magnífica 70”, a HBO também investe em outra produção que, apesar de sair do mundo da pornografia, se mantém no campo da prostituição. “ O Negócio ” tem quarta temporada planejada para 2018, e tem como protagonistas três jovens que decidem transformar sua profissão em um negócio lucrativo. Tal como “The Deuce” faz com a indústria pornográfica.

Paz

O “ Papo de Segunda ”, programa exibido às segundas-feiras no GNT, vai receber um convidado de peso no próximo episódio, o empresário Luiz Gabriel Tiago, indicado ao Prêmio Nobel da Paz. Com o quarteto formado por Marcelo Tas, Leo Jaime, Xico Sá e João Vicente de Castro, o convidado participa de um dos blocos da atração e fala sobre solidariedade.

Os apresentadores vão levantar a discussão sobre utopias, usando o próprio empresário como exemplo, já que ele é idealizador da rede Pontinho de Luz. A empresa social, em sete anos de atuação, já arrecadou 500 toneladas de alimentos para ajudar famílias carentes, promovendo doações mensais de cestas básicas no Rio e em São Paulo e ações solidárias. Juntos, eles ainda vão debater algumas perguntas como: “Todo mundo tem vocação para ser idealista? Como cada um se relaciona com essas ideias de mudar o mundo, mas que parecem impossíveis?”, entre outras questões.

F* Society

3ª temporada de
Divulgação
3ª temporada de "Mr. Robot" estreia no Space

A terceira temporada do seriado “ Mr. Robot ” será exibida pelo Space com um dia de diferença dos EUA. A série estreia na quinta-feira (12) o primeiro episódio, que leva o nome de 'power-saver-mode.h” e mostrará Elliot (Rami Malek) decidido a impedir a segunda fase do plano da fsociety.

Leia também: Trailer da 3ª temporada de "Mr. Robot" é marcado pelo caos causado por hackers

Amor impossível

Encantada com todo o misticismo que envolve os povos celtas, a paulistana Babi A. Sette viajou até a Escócia para conhecer esta cultura e se aprofundar nos detalhes para escrever o romance de época, “ Não Me Esqueças ”,  lançado pela editora Verus. A história gira em torno de Lizzie, jovem inglesa fascinada por estas tribos europeias e herdeira de um ducado, e Gareth MacGleann, poderoso e temperamental líder de um clã. A autora, mesmo sabendo que os ingleses não apoiavam as diferenças culturais, faz com que o principal chefe do possível único clã tradicional  ainda existente, se apaixone por uma autêntica britânica. Este enredo proporciona diversos dilemas para que esse relacionamento aconteça.

Entre mitos, simbologias, estudos, cores de clãs, religiosidade e proximidade com a natureza, Babi A. Sette descreve em “Não Me Esqueças” diversas particularidades da cultura celta, em meio a um amor turbulento que faz o leitor mais descrente torcer pelo casal.

Irreverência

terry Richardson fotografa campanha da coleção de verão de Sergio K.
Terry Richardson
terry Richardson fotografa campanha da coleção de verão de Sergio K.

O estilista Sergio K. apresentou sua nova coleção para o verão 2018. Para o novo trabalho, ele contou com a parceria de Terry Richardson . O fotógrafo, que já clicou grandes nomes do mundo da moda, clicou os modelos Vivi Orth e Pietro Baltazar, carioca considerado o Justin Bieber do Vidigal. 

Leia também: Da nudez ao sexo, pode a pornografia ser considerada uma manifestação artística?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas