Natália Deodato
Reprodução/ Instagram
Natália Deodato

Nesta quinta-feira (28), Natália Deodato usou a redes sociais para contar que, após rescindir o contrato que tinha com uma agência de marketing, ela teve o celular hackeado.

A agência de marketing foi contratada por ela na época do "BBB 22". Nati contou que teve problemas com a empresa, desde sempre, e por isso rescindiu o contrato. Depois da decisão, a ex-sister teve a linha de telefone e acesso ao whatsapp cortado. "Hackearam o meu número, acabaram de bloquear. Meu número foi cedido pela agência porque saí do BBB sem nada e eles me deram um chip com um plano atual, e era o que estava no meu Whatsapp".

Em seguida, ela afirma que trocou de número. "Então, a todos os meus contratantes, pessoas que estão negociando, pessoas que conversam comigo, peço que não deem continuidade às conversas porque não estou mais com esse número. Eles cancelaram minha linha às 11h da manhã e agora também estou sem Whatsapp. Eles hackearam, só que tem a verificação em dois fatores e precisa da senha. Mas acho que conseguiram abrir e vão tentar contato com as pessoas", disse.

+ Entre no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

A ex-BBB também disse que os primeiro problemas com a agência começaram durante a participação dela no reality: "Estou falando isso porque fui muito prejudicada durante todo o tempo que participei do BBB, principalmente por equipe.. Estavam tentando enfiar um contrato na minha mãe de R$ 700 mil, teve amiga minha que tentou me prejudicar dentro do BBB e ela ia receber R$ 100 mil desse mesmo cara".

Nati continuou e contou que a agência também prejudicou a participação da ex-sister pela mal administração das redes sociais: "Teve vários conteúdos que infelizmente não passam pro público do sofá, teve falas, faltas, muitas coisas, conversas, que não foram passadas nos cortes, só no pay per view, e minha equipe desde o início do programa em momento nenhum colocava posicionamento nas redes", continuou.





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários