Nelson Freitas
Divulgação Globo
Nelson Freitas


Era para ser um período sabático. De certa forma, tem sido. Mas o despertador de Nelson Freitas toca às seis da manhã para se arrumar para sair de casa. O destino não é o estúdio de TV, como o da Globo, que o consagrou em quadros do “Zorra total”, por 15 anos.

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Agora, o caminho é o da escola. O ator (que completa 60 anos nesta segunda, dia 25) se mudou temporariamente, com a esposa, Maria Cristina, para Brisbane, na Austrália, para ficar mais perto da filha e do neto e aprimorar o inglês. Na entrevista com o Extra, por exemplo, o aluno nota 10 anda até trocando algumas palavras entre os idiomas. Check this out (Dê uma olhada)!


Sem conseguir ficar parado

“Originalmente, a ideia era viver uma vida sabática. Mas acho que ninguém consegue, não é? A gente já visita a Austrália há 15 anos. Uma de nossas filhas (Gabriela) mora aqui desde então. Já queríamos ficar mais que o tempo das férias, mas como era contratado da Globo não tinha como. Quando saí da emissora, voltamos com os planos. Veio a pandemia, demos uma segurada, mas fiquei muito tempo sem ver meu neto. Depois, veio a ideia de estudar inglês. E juntamos tudo. O mercado vive agora uma expansão com os streamings. Quero ficar com o inglês afiado para quando uma oportunidade aparecer”.

Palhaço da turma

“Eu fico na escola das oito ao meio-dia. Tenho um prazer nessa rotina peculiar (risos). Conviver com a molecada dá uma injeção de ânimo. Estou na turma intermediária. A Cris (esposa), é do avançando. Não tem essa de passar cola (risos), estou aqui para me desenvolver. Às vezes, na aula, invento umas palavras. A professora já tem até um bordão: ‘Good try, boa tentativa, mas não (funcionou)’. Meus colegas têm 20 e poucos anos e são de várias partes do mundo. Faço umas palhaçadas, eu vejo o carinho que eles têm comigo. Esses dias fiz uma prova de speaking (conversação). Tirei nota máxima. Minha professora brincou: ‘Você subornou o avaliador?’ (risos). Depois, ela me disse que nunca tinha visto alguém com a minha nota. Sou comunicativo, né?”

Idade é só um número

“É muito bom o sentimento de continuar aprendendo. Sei que com 60 anos, dá aquela sensação de que 'já recebemos o chamado'. Antigamente acontecia mais, mas pessoas morrem com a minha idade. Só que sou da teoria: ‘enquanto há bambu, há flecha’ (risos). Quero poder viver fazendo o que eu gosto, na companhia da minha família e dos amigos, até a cortina realmente fechar”.

Frescor no casamento

“Completamos 20 anos de casados, temos uma cumplicidade, já vivemos muitas coisas, o dia a dia também tem challenges (desafio) e essa experiência nos aproximou ainda mais. Vivemos uma rotina muito agradável. Estamos morando em um apartamento que compramos há dez anos e decoramos, agora, com nossa cara. Voltamos da aula, vamos cozinhar juntos, passeamos, estamos perto da nossa filha. É um verdadeiro sonho. Às vezes, peço a Cris para me beliscar”.

Mistura cultural

“Estou com saudades do palco. Tenho me envolvido em muitos projetos. Fiquei próximo do cônsul brasileiro. Vai ter a semana para comemorar os 200 anos da independência do Brasil e eu vou fazer um speech (discurso) em inglês em meio a autoridadse. Vamos falar de cinema, música... Também estou gravando um documentário, fui chamado para fazer um filme que terão cenas aqui e no Brasil, e continuo gravando para o meu canal no Youtube”.

Data para acabar

“Viemos em abril e vamos voltar em setembro, mas por dois motivos muito importantes. Minha família vai aumentar. Nossa filha mais nova (Paula) está grávida, Maria Tereza vai nascer em outubro. E nesse período chega aos cinemas o filme que interpretei Eike Batista. Acho que essa figura tão controversa vai despertar a curiosidade do público”.

 + Saiba mais no canal do  iG Gente no Telegram

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários