Whitney testemunhou a favor de Amber no julgamento
Reprodução/ Instagram
Whitney testemunhou a favor de Amber no julgamento

Whitney Henriquez, irmã de Amber Heard, se manifestou após a atriz perder o julgamento por difamação para Johnny Depp. Ela se revoltou com a decisão do júri e reafirmou as acusações de violência doméstica que a artista fez contra o ex-marido.

No dia 1º de junho, foi anunciado que a atriz deveria pagar US$ 15 milhões por difamar o ator em um artigo para o "Washington Post", publicado em 2018. No texto, ela declarou que era vítima de uma relação abusiva e que já havia apanhado do astro.

“Eu ainda estou com você, mocinha. Ontem, hoje e amanhã sempre estarei orgulhosa de você por se defender, por testemunhar tanto aqui na Virgínia quanto no Reino Unido e por ser a voz de tantos que não podem falar sobre as coisas que acontecem a portas fechadas", disse Whitney no Instagram. 

Em seguida, ela complementou: "Sabíamos que esta seria uma batalha difícil e que as cartas estavam contra nós. Mas você se levantou e falou independentemente. Estou muito honrada em testemunhar por você, e faria isso um milhão de vezes porque sei o que vi e porque a verdade está para sempre do seu lado. Sinto muito que isso não tenha se refletido na decisão tomada por este júri, mas nunca vou desistir de você, e nem qualquer um que esteja com você. Para sempre ao seu lado". 




+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais! 

Whitney testemunhou a favor da irmã no julgamento e afirmou que Depp teria batido sim em Amber, mais de uma vez. Ela ainda revelou que o ator lhe propôs um acordo para que não revelasse o incidente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários