Tília colaborou com o pai, Dennis DJ, na faixa 'Roubando a cena’
Reprodução/Instagram - 31.05.2022
Tília colaborou com o pai, Dennis DJ, na faixa 'Roubando a cena’


Aos 19 anos, Tília começa a trilhar uma trajetória musical com o lançamento do primeiro álbum, intitulado “2003”. A cantora reconhece o privilégio por estar seguindo os passos de Dennis e Kamilla Fialho, pais que se destacam no mundo da música pelos trabalhos como DJ e empresária de artistas renomados.

Em entrevista ao iG Gente, Tília explica que sente uma pressão “muito boa e muito ruim ao mesmo tempo” por seguir na mesma área profissional dos pais. “A pressão existe, mas estou aprendendo cada dia mais a controlar para não deixar atrapalhar no meu trabalho. É muito bom, porque eles têm experiência, contatos e me protegem de algumas coisas. Isso me ajuda bastante”, relata.

Créditos: Felipe Braga - 31.05.2022
"2003" é o primeiro álbum da carreira de Tília


“É muito importante falar que tenho total noção do privilégio que eu tenho de ser filha deles. Tem pessoas que pensam que eu não tenho noção disso, que eu não sei o que me facilita em algumas coisas. Eu tenho noção sim, mas eu uso sempre o exemplo do filho do jogador de futebol: o pai o ajuda a colocar no time, mas se o filho não se manter ali, não adianta muita coisa. Então eu sei que eles estão ali me ajudando, mas se eu não trabalhar, correr atrás e estudar, não vai dar muito certo”, diz.

Tília afirma que o público colocou muita expectativa sobre os primeiros trabalhos musicais que lançou: “Na música, eu ainda sou um bebê, só tenho dois anos de carreira e 19 anos. O tempo que eu tenho de idade, eles [Dennis e Kamilla] tem de experiência de trabalho, então, não tem como comparar. Só que as pessoas acabam comparando. Isso mexeu muito comigo quando eu lancei a primeira e a segunda música, mas agora é uma coisa que eu estou me controlando. Entendendo que cada um tem a sua história, sua trajetória. Vou fazer a minha e que está tudo bem assim, não preciso ficar me comparando”.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

A artista ainda diz que nunca abriu mão da liberdade profissional por conta dos pais. “Eles confiam muito no que eu quero fazer. Acho que tem muito da minha verdade, não adianta eu querer colocar ideias ou tudo deles, porque não vou conseguir fazer a minha história. Então eles me auxiliam, mas a parte da criação mesmo, sobre o que eu gosto ou não, vem da minha pessoa”, expõe.


Tília também conta um conselho marcante que recebeu do pai para fugir dos deslumbres do mundo artístico: “O que meu pai sempre me fala é sobre manter o pé no chão, independentemente de qualquer coisa. Já vi muitas carreiras sendo construídas, por conta da minha mãe, e eu vi muita gente mudando quando ia conquistando qualquer coisa. E isso me dá muito nervoso, porque não acho legal ou saudável. Eles [Dennis e Kamilla] sempre falam para eu não perder essa humildade de não se achar superior que os outros. Eu levo isso para a vida”.

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

Dennis DJ atua como diretor musical na carreira da filha e Tília relata como o pai “está envolvido em todas as minhas músicas”. “Nem que seja dando os pitacos, mas todas músicas passam por ele. Faço questão, porque é um privilégio que eu tenho. Tenho meu pai, produtor musical há muitos anos, em casa”, conta.

No entanto, Tília analisa que passou por um processo diferente ao trabalhar com Dennis no feat “Roubando a cena”, uma das 8 músicas inéditas do álbum. “Fazer um feat com o Dennis é diferente. Porque é quando ele se mete real, participa do clipe e usa a imagem dele ali. Foi muito legal. O meu pai me escuta muito também. Apesar de eu ser novinha, ele gosta de trocar comigo. Então quando eu contei para ele como eu queria que fosse, deu super certo”, celebra.


A cantora também entrega uma curiosidade sobre o single: “‘Roubando a cena’ não foi feita para mim, era uma música que meu pai ia apresentar para uma outra cantora”. Ela explica que a faixa foi apresentada para outra artista, que acabou negando a parceria. “Quando ele me contou isso, eu fingi que fiquei triste, mas na real fiquei muito feliz, porque eu vi ali uma esperança e ele percebeu isso. Depois eu ficava cantando a música em casa e ele falou: ‘Tília, você quer essa música?’. E eu pirei quando ele falou isso, mas disse: ‘Quero, mas quero que você entre junto’”, completa.

Além de Dennis DJ, Kevin o Chris também integra a parceria. “É muito maneiro ter vários ídolos, pessoas que sempre acompanhei, topando participar desse sonho comigo”, afirma sobre as colaborações em “2003”, álbum que também traz feats com a dupla Hyperanhas e OIK.

Questionada sobre com quais outros artistas gostaria de trabalhar, Tília ainda assumiu que se inspira muito em Luísa Souza e Gloria Groove. “Gosto muito do trabalho delas, acho que elas são uma mega inspiração para mim. Elas ressignificaram o pop no Brasil com esses últimos trabalhos, então, ia pirar se eu pudesse fazer um feat com elas”, complementa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários