Gusttavo Lima desabafa na web após investigações
Reprodução/Instagram 31.05.2022
Gusttavo Lima desabafa na web após investigações


Na noite de ontem, (30), o cantor Gusttavo Lima usou a sua conta no Instagram para desabafar sobre as polêmicas envolvendo os valores pagos pelos seus shows por prefeituras de pequenas cidades do Brasil. Os altos investimentos chamaram a atenção do público e entraram na mira do Ministério Público que investiga pelo menos três apresentações do artista. 



O cantor discursou por pouco mais de 20 minutos, se emocionou e citou sua trajetória, se dizendo inocente de qualquer utilização inapropriada de verba pública. “Eu nunca me beneficiei de dinheiro público ou empréstimo. A minha vida foi sempre trabalhar, fiz quase 300 shows em 2019. Somos uma equipe gigantesca de colaboradores, que nos ajudam a subir sempre mais um degrau. Não compactuo com uso de dinheiro público, tenho meus impostos em dia”, declarou.

Gusttavo argumentou que a contratação de artistas por parte de prefeituras é algo comum e que ele não poderia deixar de cobrar pelos shows. “Não é por ser uma prefeitura que eu vou deixar de cobrar o meu valor. Eu também tenho minhas contas para pagar. Não é por fazermos música que precisamos receber menos".

Em outro momento, o sertanejo contou que sente vontade de abandonar a carreira por conta da ‘perseguição’. "Nunca pensei que ser bem-sucedido no Brasil traria tanta inveja, tanta coisa ruim. Às vezes dá vontade de sumir pra ver se essa perseguição acaba. Vocês podem ter certeza que sou um cara 100% correto, 100% honesto nas minhas coisas", completou o cantor.

Apoio a Jair Bolsonaro 


Durante a live, Gusttavo Lima ainda aproveitou para citar às polêmicas envolvendo o seu nome e seu suposto apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Sobre o helicóptero de seu frigorífico que homenageou o presidente, Gusttavo comentou que a aeronave não é dele, mas sim do seu sócio. 

“Gente, o helicóptero não é meu, é do meu sócio. Ele tem a opinião política dele e ele faz da vida dele o que ele quiser. Uma coisa sou eu fazer e outra coisa é ele. Isso não diz respeito a minha opinião política”, contou o sertanejo.

Já sobre um episódio onde é possível ouvir um homem fazendo comentários políticos na festa Boteco, que aconteceu em Brasília, o artista argumentou: “Não foi eu. Foi o locutor que fez a abertura dos shows e ele disse coisas que eu repudio totalmente”.

"Aqui não existe coisa errada. Aqui existe apenas um lema: trabalho, trabalho, trabalho. Tudo que conquistei saiu daqui [da voz]. Sobre dinheiro público, não tenho nenhuma ligação. Não quero dinheiro do povo. Eu cumpro com a lei”, finalizou o artista.

Sertanejos e políticos do seu lado

A live de Gusttavo Lima recebeu mais de 550 mil curtidas e 52 mil comentários. O cantor recebeu o apoio de diversos nomes do mundo sertanejo, por exemplo, Lucas Lucco, Israel Novaes e Edson (que fazia dupla com Hudson). O Senador Flávio Bolsonaro -- filho do presidente -- também deixou um comentário de apoio ao artista: “Fique firme, meu irmão! Você é um cara do bem! Deus proverá!”, publicou o político.

Confira a live:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários