Patrícia Pillar e Claudia Raia são as protagonistas de
Reprodução/TV Globo
Patrícia Pillar e Claudia Raia são as protagonistas de "A Favorita"


Prestes a estrear no 'Vale a Pena Ver de Novo', a novela 'A Favorita' é relembrada com carinho por Patrícia Pillar e Claudia Raia, intérpretes de Flora e Donatela na obra de João Emanuel Carneiro. A atriz de 58 anos relembra que precisou visitar um presídio feminino para se preparar para o papel de Flora na época. 


Ela conta que para compor a personagem, Patrícia precisou entender como é viver encarcerada e privada de liberdade. "Uma pessoa que ficou presa por muitos anos precisa ter essa vivência impregnada em seu corpo e em suas atitudes", conta. Patrícia visitou o presídio Talavera Bruce, em Bangu, no Rio de Janeiro. 

"Conheci várias detentas, muitas histórias de vida que me ajudaram a entender a dureza que é viver essa experiência", revela. Ela também conta que também iniciou aulas de boxe. "A atividade física que serviu como meio para encontrar esse físico mais embrutecido", afirma.

Patrícia, que na época contracenou com Claudia Raia, relembra com carinho das gravações ao lado da companheira de cena. "Nunca tinha trabalhado com a Claudia e de cara tivemos uma cena muito difícil que era o reencontro das duas depois que a Flora saiu da prisão. Nessa cena já rolou muito bem, ali já senti que seria um jogo muito gostoso", conta. 

Sobre o que a marcou em 'A Favorita', Patrícia se diz impressionada pela força de Flora. "Ela fica guardada em uma pessoa que não soube lidar com o sentimento de rejeição, sentimento mal resolvido que fez o amor pela irmã virar ódio e o ódio virar desejo de vingança", comenta. 

"Muitas ações violentas são regidas pelo ressentimento. Poder lidar com essa gama tão complexa de sentimentos foi um presente do grande autor que é o João Emanuel Carneiro e foi um grande aprendizado para mim", celebra. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários