Vídeo mostra ônibus da dupla em alta velocidade
Reprodução
Vídeo mostra ônibus da dupla em alta velocidade


As investigações sobre a morte do sertanejo Aleksandro em um acidente de ônibus no último sábado, dia 7, ainda estão em curso. O que se sabe até agora é que um dos pneus furou, o que levou o motorista a perder a direção. Uma das hipóteses levantadas é que o para-choque dianteiro teria se soltado por conta de um desnível na estrada e causado o furo. Além disso, um vídeo feito por um motorista na Rodovia Régis Bittencourt, no município de Miracatu (SP), em que mostra o ônibus da dupla supostamente em alta velocidade, por volta de 130 km/h, levantou uma nova suspeita de negligência. Mas quanto a este último, a equipe dos sertanejos nega a veracidade.


— A Singular Produçoes Artísticas tem conhecimento do vídeo que mostra o ônibus da dupla Conrado e Aleksandro trafegando acima da velocidade em uma rodovia. As imagens não condizem com o momento do acidente e, principalmente, não comprovam a velocidade do veículo no momento e, tão pouco, com o local da colisão. Estes fatos serão esclarecidos pela perícia, já que há uma série de informações contraditórias sendo veiculadas e todos os dados referentes a vídeos e ao acidente em si estão sendo investigados e periciados. O escritório voltará a se pronunciar sobre o acidente após essa conclusão — diz a equipe oficial em uma nota enviada ao Extra.

A Polícia Rodoviária Federal não confirma que o vídeo divulgado tenha sido registrado antes do acidente que vitimou o cantor Aleksandro, dupla de Conrado. Mas uma reportagem do G1 mostra que as informações dadas pelo motorista que flagrou o ônibus em alta velocidade se aproxima de detalhes do acidente.

À reportagem, o homem responsável pelo vídeo, que preferiu não se identificar, mostrou que as imagens são de 9h47, momentos antes do acidente, que ocorreu às 10h30. No painel do veículo do dono das filmagens o horário também está registrado.

Na Rodovia Régis Bittencourt, a velocidade máxima permitida para veículos de grande porte é de 80 km/h. Para veículos leves, é de 110 km/h. O motorista responsável pelas filmagens disse que fez as imagens com o intuito de alertar as autoridades, mas a prática de usar o celular enquanto dirige também é proibida pelas leis de trânsito.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários