Aline Borel ficou conhecido através dos memes
Reprodução/Instagram
Aline Borel ficou conhecido através dos memes

A cantora e influenciadora digital Aline Borel, de 28 anos, foi encontrada morta com duas marcas de tiros nesta quinta-feira (21) em Araruama, na Região dos Lagos do Rio, segundo a Polícia Civil, que investiga o caso. A jovem se tornou um ícone na internet com publicações de vídeos cantando músicas famosas e outras autorais, como o funk com letra gospel  “É cansativa a vida do crente”, e "Vacilei pô, tô ciente!". Seu jeito engraçado fez Aline virar estrela de memes que viralizaram aos montes.

Em 2019, ela chegou a participar do "Programa da Maísa" (SBT). No Twitter, a apresentadora Maísa Silva lamentou: "Lembraremos dela sempre com muito carinho. Aline, obrigada pelos sorrisos. Descanse em paz".

A última publicação no perfil da cantora no Instagram foi em abril de 2019, quando se afastou das redes sociais. Uma nota da família informava que Aline sofria de depressão há alguns anos, fazia tratamento psiquiátrico e que uma "recaída séria" a levara a um surto. "A Aline não faz uso de nenhum tipo de droga, que fique claro. Com isso, a Aline se afastará das redes sociais por tempo indeterminado, até que a família dela permita (por mais que ela seja maior de idade, ela é dependente devido à doença)", dizia a postagem.

Leia Também

Em abril de 2021, Aline voltou a usar sua conta do Twitter. "Mulher negra favelada sim vou ser empresária um dia. Eu acredito!", dizia em uma das publicações.

Acompanhe o  iG Gente também no Telegram!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários