Alexandre Nero fala sobre paternidade
Divulgação/O Globo/Pricila Prade - 14.03.2022
Alexandre Nero fala sobre paternidade


Viver a paternidade foi algo transformador para Alexandre Nero, assim como o próprio ator revelou em recente entrevista. Pai de Noá, de 6 anos, e Inã, de 3, o astro contou que parou de usar drogas após o nascimento dos filhos. 


"Tive uma mudança drástica depois dos meus filhos, fui tentar ser uma pessoa melhor", iniciou Nero em conversa com "O Globo". "Parei com todas as drogas lícitas ou ilícitas, faço exercício, cuido da alimentação, passei a fazer análise seriamente", seguiu. 

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre as celebridades, "BBB" e muito mais! 

Leia Também

O ator de 52 anos ainda reflete: "Era um cara muito explosivo, não tinha paciência com criança, comecei a ler sobre pedagogia. A estabilidade profissional e financeira é o lado bom. A parte física é a pior". 

"Comecei a malhar para segurar meu filho no colo, agachar para brincar no chão. Eu não conseguia. Futebol no campo inteiro? Não! Meio campo só (risos)", completou. Alexandre, que perdeu os pais ainda jovem, ainda compartilhou que procura controlar o medo da morte. 

"Filho é um laço eterno e isso tem a ver com a certeza da morte, que eu tive muito cedo. Sempre pensei que ia morrer a qualquer momento ou que as pessoas que eu amava iam morrer. Trato isso na análise", disse. 

"Tenho que me controlar para que esse medo não me paralise ou eu vire aquele pai que não deixa ir na piscina. Me sinto um tremendo analfabeto emocional em relação a eles. O disco é um retrato meu nesse momento", complementou abordando o álbum "Quarto, suítes, alguns cômodos e outros nem tanto", que será lançado em abril.

"Tinha necessidade de falar do que toma 80% do meu tempo hoje. Não consigo mais assistir a filmes, ler, ter vida social. Não consigo ser influencer na Internet porque tenho dois filhos. Ou viro influencer de pai... Não tenho outro assunto", concluiu. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários