MC Hariel fala sobre trajetória profissional e novos projetos
Reprodução/Instagram
MC Hariel fala sobre trajetória profissional e novos projetos

MC Hariel é hoje um dos maiores nomes do funk. O cantor emplacou hits como "Maçã Verde" e "Lei do Retorno", está confirmado no Rock in Rio 2022 e já gravou com Alok, Gloria Groove e outros grandes artistas. Em 2021, o funkeiro completou dez anos de carreira e celebra com o lançamento do álbum audiovisual "Mundão Girou". Nessa primeira década de carreira, o artista mudou de vida, se prepara para ser pai e comemora diversas conquistas, entre elas poder comprar uma caixa d'água para a casa onde morava.

Para Hariel, o "Mundão Girou" significa o fechamento de um ciclo. "No começo da década passada eu estava perdendo o meu pai, não fazia ideia do iria acontecer na minha vida. Não podia mais estar na escola porque tinha que trabalhar e os trampos que me aceitavam pagavam pouco. Não tinha ideia de como ia ser o meu futuro. Terminou essa década de uma maneira que ninguém imaginava", diz em entrevista ao iG Gente.

O funkeiro, nascido e crescido na zona norte de São Paulo, começou a cantar em 2011. Na época, tinha acabado de perder o pai, vítima de um acidente de carro, e precisava trabalhar para poder ajudar a pagar as contas da família, formada por ela, pela mãe e duas irmãs. Ele foi panfleteiro, entregador de piza e trabalhava como operador de telemarketing quando começou a ganhar dinheiro com a música.

Durante os três primeiros anos de carreira, Hariel não "ganhou um tostão" cantando funk. Ele lembra que somente em 2014, quando assinou contrato com a produtora GR6, começou a ganhar dinheiro com a música e conseguiu melhorar a qualidade de vida da família. Um dos primeiros bens que adquiriu foi uma caixa d'água para a casa onde moravam.

"Minha maior conquista nesses dez anos foi uma caixa d'água para a casa onde eu morava. Depois das 20h faltava água com o racionamento e a gente ficava sem poder tomar banho, se a gente saísse para jogar uma bola ou chegasse em casa tarde tinha que dormir sujo ou guardar água", lembra.

Relação com o pai

Na mesma época em que sofria com a dificuldade financeira, Hariel também lidava com a dor de perder o pai. Em "Mundão Girou", o funkeiro lançou a música "Oportunidade", na qual fala sobre as noites que passava sem dormir, pensando no pai e na falta de perspectiva que tinha para o futuro.

Leia Também

Leia Também

"Ficava sempre orando antes de dormir, pedindo ajuda. Conversava com Deus como se fosse um amigo, até nas gírias, sem formalidade. Já estava imaginando que o pior iria acontecer, dei uma despirocada que demorou um tempo até eu voltar para a realidade", conta.

MC Hariel diz na letra da música e durante a entrevista que nunca vai se esquecer do pai e das lições de vida deixadas por ele. O funkeiro conta que o pai tinha um lado hippie e seguia o lema da paz e amor, mas também se recorda dos problemas de dependência química que o pai enfrentava.

"Porém, Ele tinha um vício que atrapalhava muito ele. Quando ele usava droga ou tomava um álcool, já mudava de personalidade. Às vezes tinha uma certa dificuldade para me relacionar com ele a partir das 20h, se ele não estava em casa essa hora já sabia que quando ele voltasse o bagulho iria ficar louco", lembra.

Quando perdeu o pai, o cantor passou por uma fase na qual se sentia perdido e fala que foi a preocupação com a família que o fez voltar para o eixo. Essa preocupação não foi embora e ele conta que o maior sonho que possui é poder deixar os familiares sempre em uma boa situação.

Além de ajudar a família, Hariel também espera que outros jovens tenham a oportunidade de melhorar de vida com o funk, assim como aconteceu com ele. "Quero ajudar mais moleques que nem eu, que estão passando pelo que eu estava naquele ano de 2011. Tenho que retribuir tudo que o movimento [do funk] fez por mim", finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários