Paulinha Abelha morreu aos 43 anos em decorrência de morte encefálica
Reprodução/Instgram
Paulinha Abelha morreu aos 43 anos em decorrência de morte encefálica

A equipe de Paulinha Abelha, vocalista do grupo de forró Calcinha Preta, fez uma homenagem à cantora.  A artista morreu aos 43 anos em decorrência de morte encefálica e foi publicado um vídeo na manhã desta quinta-feira (24) no perfil oficial dela no Instagram.

A publicação conta com imagens de Paulinha no dia a dia e em shows. "Sou natural de Simão Dias, Sergipe. Comecei a cantar profissionalmente em 1992, lá se vão 30 anos", diz uma gravação da voz da cantora.

"Você se foi cedo demais e agora deve estar contagiando o céu com a sua alegria, assim como fez por todos os lugares onde passou. Você transformou a vida de milhares de pessoas, de várias gerações. Uma mulher que levou liberdade e empoderamento através da música. Seu lugar no palco e nos nossos corações será eterno. Voe em paz, Abelha", diz a legenda assinada pela equipe de Paulinha Abelha e do Calcinha Preta.

A cantora estava internada desde o dia 17 de fevereiro. Ela morreu em decorrência de morte encefálica em um hospital em Aracaju. Segundo a assessoria da cantora, ela teve um quadro de comprometimento multissistêmico.

Leia Também

"O Hospital Primavera comunica, com pesar, que a cantora, Paula de Menezes Nascimento Leca Viana, Paulinha Abelha, faleceu hoje às 19h26 em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico. Nas últimas 24 horas apresentou importante agravamento de lesões neurológicas, constatadas em ressonância magnética, e associada a coma profundo", diz o comunicado enviado pelo hospital.

Carreira de Paulinha Abelha

Paulinha Abelha começou a cantar aos 12 anos, em trios elétricos nas cidades do interior do Sergipe. A primeira banda foi formada por ela mesma, chamado 'Flor de Mel'. Paulinha permaneceu na banda por três anos e em seguida ingressou na Panela de Barro, onde permaneceu por três anos.

Durante os 12 primeiros anos no Calcinha Preta, Paulinha participou da gravação de 22 álbuns e 3 DVDs. A cantora do grupo e teve diversas idas e vindas da banda. A vocalista ingressou pela primeira vez no grupo em 1998. Em 2010, ela deixou a banda para projetos profissionais solo e retornou quatro anos depois. Em 2016, ela saiu novamente e em 2018, reintegrou o time de vocalistas da banda, do qual fazia parte desde então.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários