Jade Picon e Leo Picon
Reprodução/Instagram
Jade Picon e Leo Picon

Aos poucos, Leo Picon vai quebrando o pacto que fez com a irmã Jade Picon, que teria dado a ele R$ 1,5 milhão para que ele ficasse quieto aqui fora enquanto ela participa do "BBB 22". O factoide (ou não) não surgiu do nada. O irmão mais velho já se meteu em muitas polêmicas pela falta de noção. E viralizou, é claro.

Em setembro do ano passado, ele foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter por filmar uma criança no Recife e dizer aos seguidores que iria ensiná-los a conversar com um traficante pernambucano. Nos stories ele chamou o garoto de "Traficante de informaciones".

"Eu vinha fazendo vários vídeos em espanhol e lidando com o que eu estava vivendo no dia a dia, lá em espanhol, em tom de brincadeira, como se fosse algo voltado à la mafia espanhola porque hablar en espanõl es un estilo de vida", brincou ele, ao se defender pelo stories, na época: "Fiz questão de escrever 'traficante de informação' porque, pô, dentro do contexto todo... Foi uma brincadeira em que, obviamente, quando pega, fragmenta e coloca para me atacar".

Em abril, portanto cinco meses antes, ele já tinha virado notícia até nos sites internacionais após uma fala transfóbica. Leo Picon foi questionado por um seguidor se já havia beijado um homem. A resposta veio na forma de preconceito.

"Em 2015. Beijei um homem em Madrid. Estava com o Gil Cebola, Jota Amancio, Alvaro Costa e o pai do Neymar. Aí eu beijei o transexual mais famoso da Espanha numa balada sem saber que era uma trans. Aí me contaram e eu fiquei triste por ser enganado. Mas foi legal. Valeu a pena. Recomendo", disse ele.

Na época, cogitou-se que a transexual beijada por Leo Picon fosse a modelo Angela Ponce, a primeira trans a concorrer e a ganhar Miss Universo Espanha. Mas quando a polêmica chegou às redes sociais, ela tratou de negar que fosse ela e ainda tirou onda com o brasileiro:

Leia Também

"Bem que você gostaria de ter sentido meu aroma tão de perto. Não tiveste o prazer de me conhecer, talvez em seus sonhos você pense em mim. Isso vai ser o mais perto que você me teve em sua vida".

Dois meses depois, em junho, quando um estado inteiro caçava o serial killer Lazaro Barbosa, Leo Picon deu seu jeito de falar sobre. E ainda caiu na besteira de misturar o assunto com a covid-19, que matava milhares de pessoas com a chegada de uma nova onda.

"Verdade que o Lázaro é uma 'fake news' para deixar as pessoas com medo de sair de casa e evitar a terceira onda?", postou ele no Twitter.

A rede social caiu em cima dele, e Leo apagou a postagem. Mas depois voltou a matraquear. "E pras pessoas que acharam um absurdo. Eu falo pra vocês, galerinha. Vocês precisam chupar uma rol*. Não precisa ser a minha, fiquem tranquilos. Mas acho que é uma boa sugestão que eu dou. Vocês precisam, velho. É isso que tá deixando vocês vazios".

Em 2020, ele foi vítima de um clássico das redes: teve um nude vazado. Mas por ele mesmo, que publicou uma foto de seu pênis no storie de seu perfil no Instagram. "Coisas pequenas não nos abalam! Eu levei isso de uma maneira leve. Dei muita risada pela maneira que isso aconteceu e tá tudo bem", admitiu.

Agora que voltou a se pronunciar sobre o jogo da irmã dentro do "BBB 22", todos os radares estão ligados no rapaz. E dependendo do quanto ela ainda fique confinada, muita opinião vem aí.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários