Maria vai receber R$ 10 mil por processo contra empresário
Reprodução/Instagram
Maria vai receber R$ 10 mil por processo contra empresário

Antes de entrar no "BBB 22", Maria tentava recomeçar sua carreira musical. E precisou entrar na Justiça para isso. O processo movido contra o ex-empresário foi ganho, mas a sister ainda amarga prejuízos da época em que tinha um contrato.

Em 2018, Maria, que na realidade se chama Vitória Câmara, assinou um contrato com uma empresa que iria gerenciar sua carreira, bem como suas composições e imagem. O documento teve origem numa carta de intenções entre as duas partes quando ela ainda era menor de idade, mas já se destacava no Poesia Acústica.

Maria gravou um álbum, distribuído pela Sony, chegou a ir para Nova York, onde fez um ensaio para seu lançamento nacional, mas o que veio depois não foi o que esperava, segundo o processo que moveu.

A artista tinha que custear do próprio bolso as passagens, roupas e alimentação para fazer os poucos shows que fazia. Até que surgiu o papel de Verena em "Amor de mãe", após cinco testes. Como o contrato era só pelo que fizesse na música, ela própria gerenciou o que ganhava na época da novela.

Há cerca de sete meses, Maria recebeu sentença favorável, mas ainda aguarda os cálculos da ação por danos materiais. Pelos danos morais, ela conseguiu R$ 10 mil arbitrados pela Justiça. Na petição, ela queria R$ 25 mil.

Na época em que estava no ar, Maria saiu da Cidade Alta, comunidade da Zona Norte do Rio, e levou a família para morar com ela numa casa ampla, com jardim e piscina, em Vargem Grande, na Zona oeste da cidade. Com a pandemia e a escassez de trabalho após o fim da novela, teve que devolver o imóvel e chegou a ficar 15 dias de casa em casa, como contou aos confinados no reality. Foi quando decidiu ingressar numa plataforma de conteúdo adulta e vender nudes para se sustentar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários