Giovanna Chaves relembra período complicado em 2020
Reprodução/Instagram
Giovanna Chaves relembra período complicado em 2020

A atriz Giovanna Chaves, famosa por ter atuado na novela "Cúmplices de um Resgate", do SBT, contou que passou por um período complicado em 2020. Na época ela estava com 18 anos e conta que ficou com a saúde mental abalada por conta da pandemia da Covid-19 e por não ter maturidade para lidar com o dinheiro e fama que conquistou trabalhando como atriz mirim.

Giovanna falou que acabou sendo influenciada pelas pessoas com quem andava. "Imagina ter 18 anos sem ter a cabeça formada e acabado de entrara na vida adulta com todos os benefícios que se pode ter. Dinheiro, morar sozinha, tem que ter cabeça senão você se perde. Eu queria ir para festa todos os dias da minha vida e não ter compromisso com nada", conta.

Ela fala que a situação se complicou ainda mais com a chegada da pandemia. A atriz lembra que se sentia insegura de não ter um trabalho e sem saber o que aconteceria no futuro. Também tinha medo de não poder ajudar a mãe e a irmã financeiramente.

"Me senti tão triste que não tinha vontade de me cuidar. Não me arrumava, engordei e foi péssimo para a minha autoestima. Me sentia muito feia. Fazia tudo em excesso. Teve um vez que fiquei 3 dias sem lembrar nada do que tinha acontecido. Não parava em casa. Queria fingir que nada disso estava acontecendo comigo e fui totalmente inconsequente e irresponsável com a pandemia e com as pessoas", lembra.

Leia Também

Giovanna buscou terapia e a religião para cuidar da saúde mental. Em relação ao corpo, decidiu fazer uma cirurgia de lipo LAD e acabou sendo muito criticada nas redes sociais por conta disso. "Fui bombardeada por mais de 50 mil pessoas no Twitter que me atacavam enquanto eu estava deitada em uma cama me recuperando à base de morfina", recorda.

Além das críticas, a atriz conta que perdeu um contrato com a Netflix por causa da cirurgia. Ela se afastou cada vez mais dos amigos e sofria com haters desejando diariamente que ela morresse. A atriz fala que a situação só melhorou quando ela foi convidada para atuar em um filme foi se recuperando aos poucos.

"Tem fases que nos desalinhamos com nós mesmos, que nos sentimos perdidos e que nada parece estar bem, mas são fases. Nada é eterno. E que bom que não é", conclui Giovanna Chaves.

** Formando em Jornalismo pela Faculdade Caspér Líbero, Pedro Garcia tem passagem pelo Portal Estrelando e está no iG desde 2020. Atualmente colabora para o iG Gente, cobrindo televisão, novelas, entretenimento e celebridades. Já passou pelas editorias de Queer, Delas, Turismo e Canal do Pet.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários