Maurílio, Luiza, João Bosco e Vinícius cantando juntos
Reprodução/Instagram
Maurílio, Luiza, João Bosco e Vinícius cantando juntos

Dois dias antes de ser internado, Maurílio comemorou o lançamento de mais uma música ao lado de sua dupla, Luiza. Mas a canção "Não dá para continuar" tinha um gostinho diferente. Era uma parceria dos jovens cantores com a dupla João Bosco e Vinícius, de quem o maranhense era fã. O artista, que morreu na quarta-feira, dia 29 de dezembro , escreveu na publicação sobre a importância de acreditar nos sonhos.

"Uma das maiores honras que a gente pode ter na carreira é poder contribuir no projeto de algum ídolo da sua área, alguém que tem uma grande parcela na sua formação musical. E essa música é a mais pura tradução disso. Lembro quando João Bosco me ligou, eu estava dormindo (risos). Fiquei me perguntando se era verdade mesmo. Obrigado pelo convite e por poder somar. Acreditem nos teus sonhos, o cara do Maranhão venceu!", escreveu o cantor.

Antenado nas redes, o cantor, de 28 anos, também já tirava fotos planejando seus conteúdos futuros. A foto do Natal, por exemplo, foi feita também dias antes da internação. Vestindo a camisa do Flamengo, time que torcia, com uma árvore decorada ao fundo, ele avisou a amigos que usaria no dia 25. Familiares, que administravam o perfil no período, contaram essa história.

"Tiraram essa foto do Maurílio recentemente e ele havia comentado que usaria a mesma para postar na noite de hoje. E nós como família, estamos aqui honrando isso e aproveitando pra deixar esse post como um espaço para desejar boas energias e uma excelente recuperação, pra ele ler quando acordar".

Maurílio Delmont morreu na quarta-feira, dia 29, aos 28 anos. Ele estava internado em Goiânia, desde a madrugada do dia 15 de dezembro, quando passou mal durante a gravação de um DVD na cidade. O artista caiu no palco e recebeu socorro do produtor e de sua parceira. Assim que foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele tinha o diagnóstico de tromboembolia pulmonar. O último boletim medico divulgado informou que ele teve piora nas últimas 12 horas de internação, apresentando comprometimento no fígado.

Desde sua internação, o artista ainda foi diagnosticado com lesão renal, e passou a fazer hemodiálise, além de inchaço no cérebro. No último domingo, precisou ter seus antibióticos trocados, depois de apresentar problemas respiratórios. O relatório médico detalhou broncoespasmos. Na última terça-feira, dia 28, o cantor recebeu diagnóstico de choque séptico e recebeu reforço na medicação, segundo o médico que o acompanha, Wandervam Azevedo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários