Luciano Huck, de 50 anos
Reprodução
Luciano Huck, de 50 anos

Luciano Huck, de 50 anos, não se candidatará à presidência da República em 2022, todavia, mesmo após renovar com a Globo, o comunicador continua flertando com a política. Segundo o jornal Estadão, o apresentador, lideranças políticas e empresariais produziram um documento com 22 propostas que, acreditam, deve fazer parte do plano de governo dos candidatos ao cargo mais alto do Executivo nas próximas eleições. Entre os temas estão assuntos como economia verde, combate às desigualdades e compromissos de gestão pública.

O documento é resultado do "Encontro do Rio", realizado no início de de dezembro. Nas atas, os integrantes pedem, por exemplo, a manutenção de um programa de assistência social com foco na distribuição de renda e o fim da reeleição no Executivo. O documento ainda pede que o próximo governante impeça "toda e qualquer iniciativa de regularização de grilagem de terra" e trabalhe a favor da demarcação de reservas indígenas. Para quem não sabe, "grilagem de terra" é a falsificação de documentos para, ilegalmente, tomar posse de alguma propriedade.

Na área econômica, por sua vez, o agrupamento sugere que um pacto federativo com a responsabilidade fiscal, que impeça aumento de custos não atrelados ao crescimento das receitas. Em meio a isso, também propõem uma reforma tributária com base na progressividade dos impostos. "Do ponto de vista econômico, não há antítese ou conflito entre uma gestão fiscal responsável e um Estado redistributivo e que tente fazer com que os mais pobres tenham uma chance legítima de avançar", defendeu o economista Daniel Goldberg, que participou da formação do documento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários