Marília Mendonça morreu aos 26 anos
Instagram
Marília Mendonça morreu aos 26 anos

Esta quinta-feira, a Academia Latina de Gravação anuncia os vencedores do Grammy Latino 2021, em uma cerimônia no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos. O evento, que será transmitido a partir das 22h pelo canal Bis (no sábado, o Multishow compila os melhores momentos do evento, a partir das 18h30), promete trazer muitas emoções para os brasileiros. A cantora Marília Mendonça, que morreu num acidente de avião no último dia 5, concorre com “Patroas” (disco gravado com Maiara & Maraísa) ao prêmio de melhor disco sertanejo.

Um dia depois da morte de Marília (vencedora de 2019 de melhor disco sertanejo com “Em todos os cantos”), o diretor do Grammy Latino, Manuel Abud, homenageou a cantora em comunicado, afirmando que ela foi uma “jovem e promissora cantora e compositora, voz de uma nova geração da música sertaneja no Brasil”. “Marília Mendonça fará muita falta, mas seu legado viverá através de sua música. Nossos corações estão com sua família durante este momento difícil”, concluiu Abud na nota divulgada nas redes sociais do Grammy.

Na terça-feira, a cantora Anitta (que se apresenta na premiação) revelou ter feito contato Maiara e Maraisa para ver se elas poderiam ir à homenagem, mas as irmãs já tinham show marcado para a data. “Eu tentei, mas como era tudo em cima da hora, o que a gente conseguiu foi um espaço superbacana de mostrar a história dela [ Marília Mendonça ]. Mas não vai ter musical. Não sei se na parte brasileira do Grammy vai ter, mas na internacional, não. Vai ter uma homenagem solene sim, eu vou fazer parte”, garantiu a cantora.

Entre os destaques brasileiros este ano no Grammy Latino (que tem categorias específicas para a música em língua portuguesa), estão Caetano Veloso e o filho Tom (concorrendo a gravação do ano por “Talvez”), Nana Caymmi (a álbum do ano por “Nana, Tom, Vinicius”) e Giulia Be (a artista revelação). A categoria de melhor álbum instrumental tem três discos brasileiros: “Cristóvão Bastos e Rogério Caetano”, “Canto da praia - ao vivo” (de Hamilton de Holanda e Mestrinho) e “Toquinho e Yamandu Costa - Bachianinha (Live at Rio Montreux Jazz Festival)”.

Ao mesmo tempo, “Bruma: Celebrating Milton Nascimento”, do pianista Antonio Adolfo, disputa os prêmios de melhor álbum de latin jazz e jazz e o de melhor engenharia de som. “Reza forte”, do BaianaSystem e BNegão, concorre a melhor vídeo curto e “Redención”, da cantora gospel brasileira Aline Barros está entre os melhores álbuns cristãos em espanhol. Disco com DNA nacional, “Brazil305”, da cantora cubana Gloria Estefan, se põe na luta pelo prêmio de melhor álbum tropical contemporâneo.

Nas categorias de música em português, disputadas quase que só por brasileiros, além de Marília Mendonça, destacam-se entre os concorrentes os nomes de Martinho da Vila, Anavitória, Vitor Kley, Nando Reis, Barões da Pisadinha, Paulinho da Viola e Elba Ramalho. Entre as apresentações, a sensação será a da cantora Christina Aguilera, que volta ao evento depois de muitos anos para uma performance de "Pa mis muchachas" com Nicki Nicole, Nathy Peluso e Becky G. Outras apresentações previstas são as de Ozuna, Jorge Drexler, Bad Bunny, Maná, Juanes e Danna Paola.

Principais categorias

Gravação do ano

“Si hubieras querido” - Pablo Alborán

“Todo de ti” - Rauw Alejandro

“Un amor eterno” - Marc Anthony

“A tu lado” - Paula Arenas

“Bohemio” - Andrés Calamaro e Julio Iglesias

“Vida de rico” - Camilo

“Suéltame Bogotá” - Diamante Eléctrico

“Amén” - Ricardo Montaner, Evaluna Montaner, Mau y Ricky Camilo

“Dios así lo quiso” - Ricardo Montaner e Juan Luis Guerra

“Te Olvidaste” - C. Tangana e Omar Apollo

“Talvez” - Caetano e Tom Veloso

Álbum do ano

“Vértigo” - Pablo Alborán

“Mis amores” - Paula Arenas

“El último tour del mundo” - Bad Bunny

“Salswing!” - Rubén Blades, Roberto Delgado y Orquestra

“Mis manos” - Camilo

“Nana, Tom, Vinicius” - Nana Caymmi

“Privé” - Juan Luis Guerra

“Origen” - Juanes

“Un canto por Mexico, vol. II” - Natalia Lafourcade

“El Madrileño” - C. Tangana

Canção do ano

“A tu lado” - Paula Arenas

“A vecer” - Diamante Eléctrico

“Agua” - J Balvin e Tainy

“Canción bonita” - Carlos Vives e Ricky Martin

“Dios así lo quiso” - Ricardo Montaner e Juan Luis Guerra

“Hawái” - Maluma

“Mi guitarra” - Javier Limón, Juan Luis Guerra e Nella

“Patria y vida” - Yotuel, Gente de Zona, Descemer Bueno, Maykel Osorbo e El Funky

“Que se sepa nuestro amor” - Mon Laferte

“Si hubieras querido” - Pablo Alborán

“Todo de tí” - Rauw Alejandro

“Vida de rico” – Camilo

Artista revelação

Giulia Be

María Becerra

Bizarrap

Boza

Zoe Gotusso

Humbe

Rita Indiana

Lasso

Paloma Mami

Marco Mares

Juliana Velázquez

Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa

“Cor” – Anavitória

“A bolha” - Vitor Kley

“Duda Beat e Nando Reis” - Nando Reis e Duda Beat

“Será que você vai acreditar? - Fernanda Takai

“Chegamos sozinhos em casa, vol. 1” - Tuyo

Melhor álbum de rock ou de música alternativa em língua portuguesa

“Álbum rosa” - A Cor do Som

“Emidoinã” - André Abujamra

“OXEAXEEXU” - BaianaSystem

“Assim tocam meus tambores” - Marcelo D2

“Fôlego” - Scalene

“O bar me chama” - Velhas Virgens

Melhor álbum de samba/pagode

“Rio: Só vendo a vista” - Martinho Da Vila

“Sempre se pode sonhar” - Paulinho Da Viola

“Nei Lopes, Projeto Coisa Fina e Guga Stroeter no Pagode Black Tie” - Nei Lopes, Projeto Coisa Fina e Guga Stroeter

“Samba de verão” - Diogo Nogueira

“Onze (músicas inéditas de Adoniran Barbosa)” - Vários artistas

Melhor álbum de música popular brasileira

“Canções d’além mar” - Zeca Baleiro

“H.O.J.E.” - Delia Fischer

“Tempo de viver” - Thiago Holanda

“Bom mesmo é estar debaixo d’água” - Luedji Luna

“Do meu coração nu” - Zé Manoel

Melhor álbum sertanejo

“Tempo de romance” - Chitãozinho e Xororó

“Daniel em casa” - Daniel

“Patroas” - Marília Mendonça, Maiara & Maraísa

“Conquistas” - Os Barões da Pisadinha

Leia Também

Leia Também

“Pra ouvir no fone” - Michel Teló

Melhor álbum de raiz em língua portuguesa

“Sambadeiras” - Luiz Caldas

“Do coração” - Sara Correia

“Orin: A língua dos anjos” - Orquestra Afrosinfônica

“Eu e vocês” - Elba Ramalho

“Arraiá da Veveta” - Ivete Sangalo

Melhor canção em língua portuguesa

“A cidade” - Chico Chico e João Mantuano

“Amores e flores” - Melim

“Espera a primavera” - Nando Reis

“Lágrimas de alegria” - Maneva e Natiruts

“Lisboa” - Anavitória e Lenine

“Mulheres não têm que chorar” - Ivete Sangalo e Emicida

Melhor álbum instrumental

“Entretiempo y tempo” - Omar Acosta y Sergio Menem

“Cristóvão Bastos e Rogério Caetano” - Cristovão Bastos e Rogério Caetano

“Canto da praia - ao vivo” - Hamilton De Holanda e Mestrinho

“Le petit garage (live)” - Ara Malikian

“Toquinho e Yamandu Costa - Bachianinha - (Live at Rio Montreux Jazz Festival)” - Toquinho e Yamandu Costa

Melhor álbum de latin jazz e jazz

“Bruma: Celebrating Milton Nascimento” - Antonio Adolfo

“Ontology” - Roxana Amed

“Family” - Edmar Castaneda

“Voyager” - Iván Melon Lewis

“El arte del bolero” - Miguel Zenón & Luis Perdomo

Melhor álbum tropical contemporâneo

“Legendarios” - Billos

“Río abajo” - Diana Burco

“Brazil305” - Gloria Estefan

“Acertijos” - Pedrito Martínez

“La música del carnaval - XX aniversario” - Juventino Ojito y Su Son Mocaná

Melhor álbum de música urbana

“Goldo Funky” - Akapellah

“El último tour del mundo” - Bad Bunny

“Monarca” - Eladio Carrion

“Enoc” - Ozuna

“LYKE MIKE” - Mike Towers

Melhor canção urbana

“A fuego” - Farina

“Agua” - Tainy e J Balvin

“Dákiti” - Bad Bunny e Jhay Cortez

“La curiosidad” - Jhay Wheeler, DJ Nelson e Mike Towers

“Patria y vida” - Yotuel, Gente de Zona, Descemer Bueno, Maykel Osorbo e El Funky

Melhor álbum de pop/rock

“Mira lo que me hiciste hacer” - Diamante Eléctrico

“Mis grandes éxitos” - Adam Jodorowsky e The French Kiss

“Origen” - Juanes

“V.E.H.N” - Love of Lesbian

“El reflejo” - Rayos Laser

Melhor álbum vocal pop

“Dios los cria” - Andrés Calamaro

“Mis manos” - Camilo

“Munay” - Pedro Capó

“K.O.” - Danna Paola

“De México” - Reik

Melhor performance de reggaeton

“Tu veneno” - J Balvin

“La tóxica” - Farruko

“Bichota” - Karol G

“Caramelo” - Ozuna

“La curiodidad” - Jhay Wheeler, DJ Nelson e Myke Towers

Melhor álbum de música alternativa

“Kick I” - Arca

“Tropiplop” - Aterciopelados

“Cabra” - Cabra

“Un segundo MTV Unplugged” - Café Tacvba

“Calambre” - Nathy Peluso

Melhor canção alternativa

“Agárrate” - Nathy Peluso

“Antidiva” - Aterciopelados

“Confía” - Gepe e Vicentico

“Nominao” - C. Tangana e Jorge Drexler

“Te Olvidaste” - C. Tangana e Omar Apollo

Melhor álbum de cantor(a) e compositor(a)

“Alemorología” - AleMor

“Mendó” - Alex Cuba

“Seis” - Mon Laferte

“Mañana te escribo otra canción” - Covi Quintana

“El árbol y el bosque” - Rozalén

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários