Sander Mecca dividiu cela com irmãos Cravinhos
Reprodução/Instagram
Sander Mecca dividiu cela com irmãos Cravinhos


O cantor e ex-integrante da banda Twister, Sander Mecca, contou em seu livro "Inferno Amarelo" que dividiu cela com Daniel e Cristian Cravinhos, os irmãos condenados pelos assassinatos de Marísia e Manfred von Richthofen.

Para Splash, do UOL, Sander Mecca relembrou que dividiu cela com Daniel Cravinhos, ex-namorado de Suzane von Richthofen, assim que chegou no Centro de Detenção Provisória 2 de Chácara Belém, em 2003. Sander foi preso depois de ser flagrado com substâncias ilícitas em uma festa no Rio de Janeiro. 

Depois, Cristian Cravinhos conseguiu transferência para o mesmo presídio e os três moraram juntos por quase dois anos. Por Sander ser famoso e o crime dos irmãos Cravinhos ter chocado o país, a cela recebeu o apelido de "Casa dos Artistas", famoso reality da época que reunia celebridades. Sander Mecca revelou à Splash que recebeu uma dica de convivência.

Leia Também

"Quando eu fui para a cela dele, me disseram: 'Você vai morar com o Daniel Cravinhos, tem que descolar um capacete', e eu nem me liguei na piada. 'Os caras matam dormindo, na paulada', me explicaram. Eu dou risada agora, mas na hora, demorei muito para rir", disse Sander.


Mecca relembrou que Daniel era o mais frio dos irmãos e que Cristian tinha pesadelos com Manfred, pai de Suzane von Richthofen. "Eu o via acordando de madrugada, aos prantos. Ele sentava na pedra  e falava que tinha pesadelos frequentes: ele via o Manfred sentado na cama, todo ensanguentado", contou.

Sander Mecca ficou preso até 2005 e tentou manter contato com os irmãos Cravinhos através de cartas, mas não conseguiu. O músico, que fez bastante sucesso no início dos anos 2000, hoje luta contra o vício em drogas e voltou para a clínica de reabilitação em agosto deste ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários