Ex de decorador de famosos expõe prejuízos após ser trocado no altar
Reprodução
Ex de decorador de famosos expõe prejuízos após ser trocado no altar


Na última semana, o decorador das celebridades Eder Meneghine virou assunto após trocar de noivo um dia antes da cerimônia de casamento  acontecer. Dyl Reis, 23, foi trocado pelo chef de cozinha Hugo Oliveira. Dyl explica que a história inusitada causou diversos prejuízos.


Para o portal Metrópoles, ele afirma que Eder pegou de volta presentes que tinha lhe dado, como um aparelho celular e uma moto. “O celular estava no nome dele, mas ele me deu como prêmio pelo meu trabalho, pela minha dedicação ao lado dele, assim como a scooter. Eu terminei a relação e ele tomou”, conta.

A razão para o fim foi um desentendimento que ocorreu pouco antes da festa. "Vi que não era a pessoa certa para eu me casar. Falei para minha família que não ia mais me casar. Pegamos as nossas coisas e nos retiramos da casa”. Por isso, ele desmente que foi trocado no altar. Em sua versão, a situação foi ao contrário. “Consegui abrir os olhos antes do ‘sim’. Eu terminei”.

Você viu?


Dyl revela que a festa de casamento, que aconteceu no último dia 7, teve um custo total de R$20 mil, dos quais ele pagou R$16 mil. “Começamos a fazer os pagamentos, e no momento eu tinha mais dinheiro que ele na conta. Dei quase todo dinheiro que eu tinha na minha conta, que fui arrecadando como fruto do meu trabalho junto a ele”, diz.

Mais do que uma parceria conjugal, Dyl conta que ele e Eder eram parceiros de trabalho e ganhavam dinheiro juntos. Por ele, trabalhou em diversos cargos, inclusive como garçom. “Ele não precisava só de um companheiro ao lado dele, mas de alguém para somar. Sempre trabalhamos juntos, vesti a camisa da empresa dele, era garçom, era tudo o que ele precisava. Eu amava trabalhar com ele”, afirma.

Ao portal, Dyl conta que o relacionamento dos dois aconteceu muito rápido. Eles passaram a morar juntos duas semanas depois que o namoro começou. “Como toda pessoa apaixonada, fui, largando toda uma vida estruturada com trabalho, casa montada".

Ao mesmo tempo, ele explica que os desentendimentos também começaram rapidamente. Ambos não conseguiam se entender e viviam em clima de guerra.

O decorador afirmou ao portal que Dyl não tinha um salário fixo e que tinha um cartão que poderia usar como quisesse. Eder afirma que o interesse do ex-noivo é "aparecer" e participar de reality shows.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários