Giovanna Lancellotti e Caio Castro
Instagram
Giovanna Lancellotti e Caio Castro

Giovanna Lancellotti, de 28 anos, relembrou recentemente uma viagem a trabalho que fez com Caio Castro, de 32 anos, e mais amigos para o Chile. Segundo a atriz, o projeto no exterior a empolgou, mas possibilidade de ver neve pela primeira vez também lhe chamou bastante atenção. "No primeiro dia, como eu nunca tinha visto neve e não me dou com esporte, pensei: 'Vou fazer uma aulinha antes de ir, pois todos os meninos já esquiaram'. Eles, então, disseram que me ensinavam e eu confiei. Quando chegou na hora de esquiar, não estava tendo jeito, eu não conseguia ficar de pé. Nos primeiros 30 minutos eles tiveram a maior paciência comigo, mas depois disso eles dissera: 'Sem tempo... vamos descer e chamar um guia para te buscar'. Nisso, eu fiquei duas horas e meia na neve esperando eles [amigos]'", iniciou a atriz, em participação no programa "Que História É Essa Porchat".

"Só que eu fiquei perdida numa pista que a galera descia 'à milhão' e eu ficava ali caindo. De repente veio uma pessoa de luz, uma criança e perguntou: 'Precisa de ajuda'. Ele me pegou pelo braço e saímos iguais dois amiguinhos. Ele me levou no ponto, encontrei alguns brasileiros, fiz amizades, eu precisava dar a volta por cima, né? Quando cheguei estavam os bonitos no quentinho me perguntando: 'Nossa demorou, onde você estava?'. Dei meu show, fiquei p*ta com eles por um tempo, mas pensei, não é isso que vai acabar com a minha viagem. Fiz as pazes. No dia seguinte, como fizemos amizades, resolvemos fazer uma festinha, mas acabou que isso incomodou as pessoas e começaram a querer nos expulsar de lá... só para lembrar que estávamos lá a trabalho", continuou Gio. 

Tentando amenizar a situação no hotel, a atriz sugeriu para que ela e Caio Castro fossem para Santiago, também no Chile, para ficar longe de confusão. Lá, no entanto, o ator decidiu se aventurar em uma piscina de ondas artificiais para surfe. "Eu falei, você não vai, né? Você mora no Rio de Janeiro, você surfa lá, não precisa, não tem necessidade. Porém, ele quis, disse que aquela piscina tinha um turbo, sei lá... bom, foi! De repente eu só escutei um grito e ele no chão, caído com a prancha. Na hora nem pensei nele, só pensei: 'Pronto, acabou a viagem'. Chamamos a ambulância para nos levar no hospital, né? Mas quando ele levantou notamos que a coisa foi feia, pois o braço dele estava tipo... no umbigo. Fomos então a um hospital e a médica disse que ele tinha fraturado a clavícula em oito pedaços. Nisso, a doutora nos deu duas opções, operar ali ou ir direto para o Brasil fazer o procedimento", acrescentou ela.

"Nisso o Caio disse que não iria fazer a cirurgia no Chile. Porém, eu tinha feito todo o cadastro com os meus documentos e após a consulta eles me cobraram 3 mil pesos porque lá não tem SUS, né. Para quem não sabe, o Caio é super pão duro, nisso eu disse: 'Eu não vou pagar'. Ele me contou então que não iria pagar. Nessa, ele olhou para uma porta de emergência e disse: 'No 3 a gente corre'. Saímos correndo, fugimos do hospital sem pagar a conta, ligamos depois para revista, o Caio teve que operar e colocar placa de titânio e assim, o que fica para mim é: escolha seus amigos antes de viajar". 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários