Mansão de Agnaldo Timóteo é invadida pela segunda vez
Divulgação
Mansão de Agnaldo Timóteo é invadida pela segunda vez


A mansão do cantor Agnaldo Timóteo, que faleceu em abril de 2021 por complicações da covid-19, foi invadida na residência na madrugada desta quarta-feira, 25.


Segundo Sidney Lobo Pedroso, advogado do artista, dois homens pularam o muro da casa e tentaram atear fogo na placa de "vende-se", mas uma funcionária que dormia no local apagou antes que se alastrasse.

Não é a primeira vez que a residência é invadida. Semana passada, o sobrinho do cantor, Timotinho, compartilhou um vídeo com os vidros da entrada quebrados após depredação.

"Já mandei colocar o vidro de volta. E dois indivíduos hoje, às 2h da manhã, pularam o muro da casa de Agnaldo Timóteo, botaram fogo numa mochila e tentaram colocar fogo na faixa de 'vende-se' e 'aluga-se'. Isso é lamentável", declarou o advogado.

O acontecimentos surgiram após a Justiça reconhecer Keyty Evelyn, de 14 anos e criada por Agnaldo desde os dois anos, como herdeira do patrimônio de R$ 16 milhões do cantor. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários