Glória Menezes e Tarcísio Meira
Globo
Glória Menezes e Tarcísio Meira


último boletim sobre o estado de saúde dos atores Glória Menezes e Tarcísio Meira, divulgado nesta terça-feira (10), informou que o ator de 85 anos segue na UTI "com apoio de ventilação mecânica invasiva e diálise contínua". Já a atriz, de 86 anos, se recupera "em apartamento, e em desmame de oxigênio nasal", segundo a nota. O casal, que já havia recebido as duas doses da vacina, foi internado em 6 de agosto no Hospital Israelita Albert Einstein após diagnóstico de Covid-19.

A hemodiálise — procedimento em que o sangue tem a filtragem das substâncias indesejáveis feita por uma máquina, que faz o papel dos rins — havia sido descartada para o ator no último domingo, mas foi adotada hoje pela equipe médica. De acordo com Gilmar Alves Zonzin, ex-presidente da Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Estado do Rio, a opção da diálise é comum em casos graves da infecção por Covid-19, sendo adotada em cerca de metade das internações em UTI.

"Pela própria natureza do coronavírus, a atenção maior recai principalmente na atividade pulmonar. Até pelos sintomas mais comuns, como falta de ar e cansaço. Mas a parte respiratória é só a ponta do iceberg da infecção, já que ela é sistêmica, atacando vários órgãos ao mesmo tempo", ressalta Zonzin.


O pneumologista explica que em muitos casos o fluxo sanguíneo fica comprometido, assim como a capacidade de filtragem dos rins, mesmo em casos em que o paciente esteja produzindo urina regularmente. A hemodiálise entra como forma de regular os líquidos do corpo e na excreção de toxinas, auxiliando na recuperação.

"Os rins são tão fundamentais para a sobrevivência quanto os pulmões, uma piora da função renal a um nível crítico pode comprometer a recuperação e levar à óbito", observa o médico. "Temos observado nos casos de Covid que a atividade renal volta ao normal com o tempo, mesmo que necessite da diálise por mais algum período posterior à melhora", continua.

Você viu?

Zonzin explica que o termo "diálise contínua" não significa que o equipamento não fica em funcionamento de forma permanente, como o respirador. "Depende do quadro clínico, você pode ter sessões diárias ou intermitentes, de acordo com a progressão do tratamento".

Em relação ao termo "desmame de oxigênio nasal", o médico explica se tratar da redução do fluxo de ventilação artificial, feita por máscara ou cateter nasal. "Com a resposta ao tratamento dos pacientes que não precisam ser intubados, é possível ir reduzindo os níveis de oxigênio administrados. Com a monitoração da oxigenação sanguínea é possível ir reduzindo o fluxo, fazendo este 'desmame' do sistema respiratório", conclui.

No domingo (8), em entrevista à colunista Patrícia Kogut,  Tarcísio Filho falou sobre a condição de saúde dos pais. Ele afirmou que, "dentro do possível", ambos estão bem. "O pai está estabilizado, está bem. Está respondendo bem. Eu fiquei feliz porque ele está respondendo bem aos procedimentos todos. Foi a notícia que eu tive. E a mãe está bem mesmo, ela está no quarto. Está com uma tossinha. Eles estão bem", ressaltou Tarcísio Filho.

De acordo com Mocita Fagundes, mulher de Tarcísio Filho, único filho do casal,  Tarcísio e Glória estavam isolados durante toda a pandemia em um sítio no interior de São Paulo e, "num descuido", se contaminaram com o novo coronavírus. Ambos já haviam recebido as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Um dos casais mais emblemáticos da história da TV brasileira, Tarcísio e Glória foram protagonistas da primeira novela diária do país, “2-5499 — Ocupado”, na extinta TV Excelsior, em 1963. Em 1968, os dois inauguraram a faixa das 20h da Globo com “Sangue e areia”.

A carreira de Glória começou em 1959, em festival de teatro amador. No mesmo ano, a atriz estreou na TV em "Um lugar ao sol", da Tupi. Já Tarcísio iniciou o ofício no teatro em 1957 e migrou para a TV no mítico "Grande Teatro Tupi". Os colegas de emissora contracenaram pela priveira vez em 1961, no teleteatro "Uma Pires Camargo", de Geraldo Vietri.

A última telenovela de Glória foi "Totalmente demais", em 2015. A novela mais recente de Tarcísio foi "Orgulho e paixão", de 2018.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários