Zezé Di Camargo pede voto impresso
Larisse Oliveira
Zezé Di Camargo pede voto impresso


O cantor Zezé Di Camargo gravou um vídeo defendendo o voto impresso e "auditável". O registro foi publicado pela deputada Carla Zambelli (PSL) na segunda-feira (26).

O voto impresso é um desejo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para as eleições de 2022. No vídeo, Zezé pede que o público vá às ruas na manifestação bolsonarista prevista para o dia 1º de agosto.


Zezé Di Camargo tentou argumentar no vídeo sobre o voto impresso ser auditável. No entanto, o voto na urna eletrônica é auditável e gera um relatório chamado de Boletim de Urna, que comprova os votos digitados no equipamento. “A gente consegue violar celular, computador. Aquela maquininha que foi feita há não sei quantos anos, que nunca foi remodelada, não foi aceita em vários países. Vários paises conheceram a tecnologia dessa máquina e todos não copiaram, não gostaram da maquininha. Só a gente que gostou", disse Zezé sobre a urna eletrônica.

No fim do vídeo, o cantor disse que briga por um Brasil melhor "independente de cores e ideologias". Nas redes sociais, o cantor recebeu diversas críticas pelo pedido do voto impresso.

"Que morte horrível do Zezé Di Camargo. Rapaz! Zezé di Camargo fazendo vídeo em apoio ao voto impresso inacrê", disse a comeidante Dadá Coelho. "Esqueceram de avisar ao Zezé di Camargo que ele não tem voz nem pra cantar, imagine pra convocar o povo pra manifestação em prol de voto impresso", pontuou um internauta.

Você viu?

Veja vídeo:








    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários