Bruno e Rebeca, os pais da criança envolvida na polêmica com o Pastor André Vitor
Reprodução/Instagram
Bruno e Rebeca, os pais da criança envolvida na polêmica com o Pastor André Vitor

O Pastor André Vitor virou alvo de uma polêmica após um vídeo publicado por Wesley Safadão.  Ele está sendo acusado de pedofilia nas redes sociais por conta de um trecho da publicação e gravou um vídeo com os pais da criança envolvida para se defender. O casal disse que não houve nada de errado na situação e lamentaram a exposição da garota.

A polêmica começou após um vídeo publicado por Wesley Safadão. Em um trecho, o Pastor André Vitor abraça uma menina e depois a solta. Em seguida, ele puxa a camiseta para baixo. Nas redes sociais, começaram a dizer que o religioso usou a roupa para esconder uma suposta ereção e ele passou a ser acusado de pedofilia.

André Vitor já havia dito que puxa a camiseta no vídeo porque tem complexos com o corpo e reforçou essa explicação. "Ela recebe um abraço meu como está acostumada a receber de todos nós e sente protegida e amada. Ela, não por desconforto, mas por euforia de uma brincadeira, se afasta. Eu puxo a minha camisa porque travo uma luta contra a balança e muitas vezes me sinto desconfortável com o meu peso", diz.

No vídeo publicado pelo pastor, Bruno e Rebeca, os pais da menina, também negam que houve qualquer comportamento impróprio. "O André frequenta a nossa casa quase diariamente e o que ele nos ensina é o amor, muito conhecimento que ele nos traz. Quando a gente vê essas coisas acontecendo, a gente estranha. É uma coisa cotidiana nossa. Um abraço em um filho meu, na minha filha, é um negócio que está no nosso dia a dia. A gente acredita nele e confia nele. O mais chato é expor a nossa filha em uma situação dessas", diz o pai da garota.

"Acho isso um absurdo. Inaceitável. O André é de dentro da nossa casa, é nosso irmão. Toda essa situação que ocorreu, nós estávamos lá, estávamos perto e todos nós estávamos brincando. Pessoas maldosas tiram coisas de onde não existe. Isso para mim é inaceitável, acordei triste com tanta notícia sem pé e nem cabeça", completa a mãe da menina.

Wesley Safadão e a esposa dele, Thyane Dantas, também fizeram publicações defendendo o religioso e falaram que o amigo tem complexos com o corpo, por isso tem o costume de esticar as roupas que usa e tentar esconder a barriga. O Pastor André Vitor concluiu que a equipe jurídica dele vai acionar criminalmente quem acusá-lo de pedofilia.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários