Thiago Gagliasso
Reprodução Instagram
Thiago Gagliasso

Thiago Gagliasso, que está brigado com o irmão, Bruno Gagliasso , revelou na segunda-feira (28) que "definitivamente" pretende se candidatar a algum cargo público. "'Thiago, tem vontade de entrar para política?' Definitivamente sim. E esse é um dos motivos, o preço de não se interessar por política, é ser governado por quem se interessa, e olha o nível dessa Deputada do PSOL. Isso te representa? Precisamos cuidar do nosso", escreveu ele, referindo-se à publicação de Vivi Reis, deputada federal pelo PSOL-PA.

Na aba de comentários, anônimos e famosos apoiaram Thiago. "Pra cima dessa esquerda nojenta que defende bandidos e até assassinos, irmão!", escreveu Thiago Asmar. " Isso me dá uma certeza maior que eu estou do lado certo da História. Vamos pra cima!", comentou Tenente Coimbra. "Quem não governa é governado! Conte com o apoio dos cidadãos de bem", apoiou também Chico Campadello.

Em sua publicação original, Vivi Reis alegou que "a perseguição contra Lázaro Barbosa deixou um lastro de ódio, intolerância religiosa e abusos". Além de dizer que a "celebração de sua morte é retrato da espetacularização da caçada". A postagem não foi bem recebida por alguns apoiadores e, principalmente, por opositores. 

Com a repercussão, a deputada federal apagou o tuíte e corrigiu. "Ele tinha que responder pelos crimes que cometeu, mas se não estivesse sozinho seria necessário descobrir. Talvez agora fique mais difícil. A nós não interessa a impunidade".



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários