Supla revela que diminuiu uso de maconha na pandemia
Reprodução
Supla revela que diminuiu uso de maconha na pandemia





O cantor e escritor Supla apostou na reinvenção durante a pandemia do coronavírus. Afastado dos palcos, o filho de Eduardo Suplicy, escolheu se tornar influencer nas redes sociais. Além disso, Supla diminuiu o consumo da maconha no período de distanciamento social.

Você viu?

Em conversa com o Extra, o cantor citou o engajamento que tem ao responder as curiosidades dos seguidores nas redes sociais. Experiente, Supla negou o rótulo de “cringe”. Eu não sou cringe. Sou king. As novas gerações têm que vir mesmo para chutar a bunda dos velhos como os Sex Pistols fizeram com os Beatles. A minha já foi chutada várias vezes", iniciou.



Sucesso nas redes sociais durante a pandemia, Supla cria vídeos divertidos para o TikTok e avisa que vai se render às dancinhas que viralizam. "Eu acho ótimo o aplicativo para dar oportunidade para novos talentos. Poxa, um cara da periferia pode mostrar a dança dele e explodir (...) A próxima música que vou dançar lá vai ser 'Pássaros chapados'", disse ao Extra.


Já sobre o uso da maconha, Supla revelou que reduziu o consumo durante a pandemia e agora só usa nos finais de semana. "No começo da pandemia fiquei cinco meses sem fumar. Agora, só fim de semana. É bom para o cérebro descansar", afirmou.

Veja vídeo de Supla:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários