Andréa Sorverão, Conrado e novamente Conrado, mas na cama da G Magazine
Reprodução Instagram / Divulgação
Andréa Sorverão, Conrado e novamente Conrado, mas na cama da G Magazine

A ex-paquita Andréa Sorvetão e seu marido, Conrado, polemizaram recentemente ao pedir patrocínio de empresas  por serem um casal "hétero e cristão". A postagem teve alta repercussão nas redes e acabou recebendo elogios e críticas. Em vídeo compartilhado no Instagram, marido da loira fez um apelo alegando que não é homofóbico, pois já posou para "G Magazine" - extinta revista erótica voltada para a comunidade LGBTQIA+.

"Se o vídeo passou em tom de ironia, era para chamar a atenção das empresas. Falar: 'poxa, estamos aqui, olha pra gente também'. Podemos trabalhar? Nós que somos héteros, um casal cristão. Podemos trabalhar também, nós, que somos tradicionais? Mas, pelo visto, a resposta foi não", iniciou Conrado, referindo-se aos ataques recebidos.

"Eu já fiz a 'G Magazine' e como eu sou homofóbico se eu fui fazer uma revista voltada ao público gay? Como é que eu posso ser homofóbico? Não coloque esse título em mim, ou na minha família. A nossa carreira é limpa. Eu não tenho culpa de ter constituído uma família hétero, cristã, tradicional, porque eu fiz um trabalho artístico. Ou isso não é visto como arte para vocês?", questionou ele, referindo-se às críticas.

"A intenção não foi ofendê-los [pessoas LGBTQIA+]. A intenção da ironia, em nenhum momento do vídeo, eu cito isso. Eu falo as empresas e o tom da ironia foi para as empresas. Não estou vendo problema nisso, mas parece que tem. O que eu recebi. Olha, vou dizer uma coisa, a Andréa não tem condição de fazer esse vídeo, ela nem se levantou", continuou o marido de Sorvetão.

Você viu?

Conrado revelou ainda que sua esposa ficou extremamente abalada com a repercussão do vídeo. "Em um grupo, a Xuxa fez uma consideração e eu li. Ela disse que o vídeo tinha sido ruim, um vídeo que não soa bem, em tom de ironia, que ela não havia gostado. Então entrei, me retratei, expliquei a ela a razão pelo qual nós tínhamos feito o vídeo e isso deixou a Andréa muito magoada, porque tocou numa pessoa que a gente ama e respeita muito, e que se sentiu incomodada com isso. Que vocês tenham o mesmo amor que eu recebo todos os dias, para vocês entenderem o motivo pelo qual eu luto pela minha família. O que eu penso do meu Deus, a quem eu sirvo, que ele abençoa vocês", encerrou ele.

Entenda a treta

Na última sexta (11), véspera do Dia dos Namorados, o casal compartilhou um vídeo no Instagram de Andréa. Nas cenas, intercalando as falas, eles se classificam como casal "hétero e cristão" e pedem por patrocínio. "Será que teria alguma empresa interessada em patrocinar essa família?". Porém, a ironia e deboche do casal não agradou a todos, principalmente, o público LGBTQIA+.

O vídeo está entre os assuntos mais comentados do Twitter e gerou  indignação em alguns internautas. "Imagino a decepção da Xuxa - que todos os dias se pronuncia contra Bolsonaro - com a paquita Sorvetão", escreveu um internauta. "De Playboy e G-Magazine para casal hétero e cristão", pontuou outro. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários