Laryssa Rafa Zaqui
Reprodução Facebook
Laryssa Rafa Zaqui

Laryssa Oliveira, mais conhecida pelo nome de Rafa Zaqui, teve a prisão preventiva requerida pelo Ministério Público de São Paulo nesta sexta-feira (18). A atriz de filmes pornográficos é acusada de tráfico de drogas desde 2016, quando foi pega portando substâncias ilícitas em São Vicente, no litoral paulista. O pedido de prisão ocorreu após a mesma, que responde ao processo em liberdade, não comparecer a todos os atos processuais. 

Em 2016, quando foi presa com entorpecentes, Laryssa relatou que estava comprando drogas, não traficando. Entretanto, a promotoria apontou que a quantidade de drogas "demonstraram a finalidade de tráfico". Após isso, ela revelou que vendia drogas para complementar a renda de atriz pornô.

À época, a atriz foi presa em flagrante, ficou três dias detida, mas um juiz acatou pedido do advogado de Laryssa e concedeu alvará de soltura [liberdade provisória]. Todavia, ela deveria cumprir medida cautelar e não poderia sair da cidade -- o que não foi cumprido.

Procurado, o advogado de defesa de Laryssa, João Carlos de Jesus Nogueira, disse que não sabe onde a atriz está -- e mais -- que não presta mais serviço para a mesma. "Ela está em local não sabido. Muitas pessoas acabam confundindo a liberdade processual com absolvição, e com isso acabamos perdendo contato. Muito embora tenha meu nome no processo, a representando, infelizmente perdi o contato com ela", pontuou ele, em entrevista ao G1. 

Você viu?

Em 2016, Laryssa 'Rafa Zaqui' Oliveira fazia parte da produtora de filmes Brasileirinhas. O site de conteúdo erótico informava que a moça tinha procurado a produtora e após testes acabou aprovada. À época, ela já tinha gravado diversos filmes e se tornando um nome cobiçado no ramo.



Esta máteria tem informações de G1

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários