Nego do Borel e a mãe, Roseli Viana
Reprodução/Facebook
Nego do Borel e a mãe, Roseli Viana

Roseli Viana, a mãe do cantor Nego do Borel, prestou depoimento na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), localizada no centro do Rio de Janeiro. Ela compareceu ao local após ser acusada de agredir a enteada, uma menina de oito anos . A queixa diz que Roseli deu "chineladas, arranhões e tapas" na garota, mas ela nega todas essas acusações.

A menina é filha de Alex Alves Gomes, com quem Roseli é casado há sete anos. Ela é fruto do relacionamento do pai com Gisele Trindade, que foi quem denunciou as supostas agressões. A menina teria sido maltratada no dia 17 de maio, mas a queixa só foi feita no dia 24. Gisele acompanhou a filha no exame de corpo delito, que comprovou escoriações.

Em entrevista à Quem, Roseli disse que sempre tratou a enteada muito bem e falou que a menina frequenta a casa dela constantemente. "O que falar disso tudo? Cuido dela desde bebê. Tenho como uma filha. É uma relação de mãe mesmo, ela é uma filha que Deus me deu fora da barriga. Sempre tratei como se fosse minha filha", diz.

A mãe de Nego do Borel fala que nem teria motivos para bater na garota, pois ela é muito comportada e não dá trabalho. "Ela é de uma educação enorme, não dá trabalho nenhum. Para que eu ia fazer isso? Bater nela, dar chinelada e tapa? E seria difícil ela esconder chinelada porque é muito magrinha, ia ficar marcado, ela ia ficar com um hematoma. Isso é loucura", diz.

Roseli conta que conhece a enteada desde que ela tinha dois anos. Ela lembra que passou a semana da suposta agressão com a garota e a mãe pegou a filha na sexta-feira para ficar com ela durante o final de semana. A mãe do funkeira garante que a criança não estava machucada quando foi para  casa de Gisele e diz não saber como surgiram as escoriações. Roseli também fala que a enteada já está na casa dela novamente e que a menina não voltaria de "livre e espontânea vontade" para o local onde foi agredida.

"Ela gosta muito de mim, isso é o que está acabando comigo. Desde segunda, quando recebi a notificação, meu chão caiu. Temos uma amizade tremenda. Desde que ela era bebezinha, é como se fosse um presente de Deus na minha vida. Tudo o que não dei para o meu filho com a idade dele, hoje posso dar a ela: danone, biscoito. Nossa relação é a melhor possível", conclui a mãe de Nego do Borel.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários