Bolsonaro e Felipe Neto
Reprodução/Instagram
Bolsonaro e Felipe Neto

Felipe Neto  anunciou na sexta-feira (14) que os processos movidos contra ele por conta de críticas a Jair Bolsonaro (sem partido) não foram aceitos pelo Ministério Público, além disso, o youtuber também revelou que a Promotoria acatou suas denúncias que têm relação com o hate que recebe devido ao seu posicionamento político. 

“Todas as acusações criminais que foram abertas contra mim durante o governo Bolsonaro foram rechaçadas pelo Ministério Público. Todas as ações criminais (15) que fizemos contra quem cometeu crimes contra mim foram acatadas pelo Ministério Público. É bom saber q estou do lado certo”, escreveu  Felipe Neto em seu perfil do Twitter .

O influenciador é um dos principais críticos de Bolsonaro e chegou a ser investigado após Carlos Bolsonaro, filho do presidente, registrar um boletim de ocorrência contra ele. No documento, o parlamentar do Rio alegou que o influencer teria praticado crime de calúnia ao associar seu pai ao termo " genocida ".

À época, o youtuber foi intimado pela Polícia Civil do Rio para depor. Por meio do Twitter, ele dissertou. "Minha atribuição do termo 'genocida' ao Presidente se dá pela sua nítida ausência de política de saúde pública no meio da pandemia, o que contribuiu diretamente para milhares de mortes de brasileiros. Uma crítica política não pode ser silenciada jamais!", disse Neto, à ocasião.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários