Ana Maria Braga
Reprodução Globo
Ana Maria Braga

Ana Maria Braga criticou a postura de Jair Bolsonaro (sem partido) no combate à pandemia do novo coronavírus (Sars-coV-2). Em publicação realizada no Twitter, na quinta-feira (13), a apresentadora da Globo questionou. "Quantos de nós não poderiam estar aqui hoje se as 18 milhões de vacinas contra Covid-19 não estivessem sido recusadas?", fazendo alusão aos imunizantes que foram recusados pelo chefe do executivo.

Logo fãs de Ana começaram a comentar a postagem, em sua maioria, os internautas apoiaram a comunicadora. "Praticamente quase todos que morreram de janeiro até hoje", disse uma fã respondendo à pergunta. "Se quem apertou 17 nas urnas tivesse votado em qualquer outro, muitas vidas que se foram ainda estariam aqui", lamentou outro usuário do Twitter.

"Tantas vidas desperdiçadas! Como Susana Garcia disse na missa do nosso amado Paulo Gustavo, 'são centenas de milhares de pessoas que morreram por não ter tido duas doses de uma vacina que já existe'. Até quando seremos assassinados e negligenciados?", refletiu um terceiro. 

Esta não é a primeira vez que Ana Maria Braga se envolve em debates políticos. Frequentemente a apresentadora usa adereços com alimentos para protestar contra o aumento dos preços por conta da inflação - o colar de tomates é um clássico. Além disso, ela também já alfinetou o presidente por gerar um gasto administrativo de R$ 15 milhões com leite condensado. "A pedidos: uma receita para você não gastar 15 milhões comprando", escreveu ela à época.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários