Dayane Mello dá entrevista para o 'Fantástico'
Reprodução/TV Globo
Dayane Mello dá entrevista para o 'Fantástico'


Quarta colocada no "Grande Fratello Vip",  versão italiana do "Big Brother", a brasileira Dayane Mello deu entrevista ao "Fantástico" neste domingo (7) e disse que não foi fácil participar do reality por ser brasileira, mas seguiu firme.

"Recebi milhões de mensagens de afeto e amor. Achei que iria ficar um mês, talvez por ter essa personalidade. Tive dificuldade um pouco maior por ser brasileira e eles italianos. Minha liberdade de dizer o que pensava poderia não ser aceita, como se estragasse um pouco o jogo. Mas a Itáia é minha casa, fale bem ou mal, essa é minha casa também", afirmou ela.


Dayane, que é modelo e mora na Itália há dez anos, diz que não dá atenção aos comentários maldosos que recebeu. Ela se apoiou no carinho dos fãs, que ganhou até mesmo dentro da casa com uma mensagem presa num avião. A modelo também foi perseguida por ter vivido um romance com outra participante do programa, a cantora Rosalinda Cannavò. Sobre o affair, ela afirmou que se permitiu viver:

Você viu?

"O amor pode nascer ou brotar onde seja. Amanhã se eu me apaixonar por uma mulher, eu vou viver esse amor. Se eu me apaixonar por homem, vou viver esse amor. Esse é o ponto", frisou. 

Enquanto não há previsão de Dayane voltar ao Brasil, a modelo curte a companhia da filha, Sofia, de 6 anos, de quem ficou afastada por seis meses, devido ao confinamento do reality show.

A jornada de Dayane Mello

A participação da modelo no "Big Brother Itália" foi marcada por uma sucessão de acontecimentos polêmicos. Logo de início do programa, ela foi alvo de xenofobia e machismo por parte dos demais participantes.

Após alguns meses de confinamento, Dayane recebeu a notícia de que um de seus irmãos - que morava no Brasil - morreu em um acidente. Mesmo abalada, ela decidiu continuar no programa e recebeu apoio dos participantes. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários