Cantor Belo
Reprodução Instagram
Cantor Belo

Marcelo Pires Vieira, mais conhecido como Belo , recebeu o cachê de R$ 65 mil para se apresentar no último sábado (13), no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Em depoimento na Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), ao qual o jornal Extra teve acesso, o artista afirmou que só ficou com metade do valor pago.

Preso ontem (17), na madrugada desta quinta-feira (18), o desembargador Milton Fernandes de Souza aceitou o pedido de habeas corpus feito pela defesa do cantor .

A defesa de Belo ainda anexou no pedido a nota fiscal do show. De acordo com o documento, a empresa responsável por contratar Belo foi a Leleco produções, cujo representante legal é Leonardo Ribeiro de Paiva.

Belo também disse, em depoimento, que não sabia que o show seria realizado em uma escola estadual. Ele alega que no caminho reparou que parecia estar na Avenida Brasil e que chegou a comentar que parecia se tratar de uma comunidade. O artista alegou que por ser de São Paulo tem dificuldades de identificar quando está em comunidade ou não.

Por fim, o cantor ainda ressaltou que, ao chegar no local da apresentação, desceu da van e como não tinha camarim, praticamente subiu logo no palco.

Além de Belo, foram presos Celio Caetano e Joaquim Henrique Marques Oliveira, sócios da empresa Série Gold Som e Iluminação, que segundo a policia foi responsável pela organização da apresentação do artista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários