Nego Di é acuado de machismo por jornalista
Reprodução/Instagram
Nego Di é acuado de machismo por jornalista

O comediante Nego Di foi convidado para entrar no "BBB 21"  ao lado de outros famosos do grupo Camarote. Cerca de uma semana antes da estreia do reality show, veio a público uma polêmica envolvendo o nome dele. A jornalista Annabel Machado acusa o humorista de ter feito comentários machistas em uma live ocorrida em outubro de 2020.

A jornalista explicou que ela gravou uma live com o influencer Fabrício dos Santos Simão. Ele foi investigado por apologia ao estupro após fazer uma propaganda para um sex shop. Na campanha, o influencer dizia que um estimulante sexual que chamou "tesão de vaca" seria o item mais vendido, pois os homens poderiam comprar o produto e colocá-lo no copo das mulheres que não estavam com vontade de ter relações quando elas não estivessem prestando atenção.

A fala teve grande repercussão e para se retratar Fabrício convidou Annabel para uma live, pois ela aborda temas relacionados ao feminismo nas redes sociais. A jornalista disse que abordou assuntos ligados à violência contra a mulher na transmissão ao vivo e tudo ocorreu bem, até ela desligar e o influenciador chamar Nego Di para participar da live.

Ao vivo, o comediante criticou o que a jornalista disse e teve falas que foram consideradas machistas. "Um monte de mina cheiradora de lance perfume, se fazendo de louca. Acostumada a chupar cacete no meio da rua, dar o rabo em carro, mas para jogar pedra nos outros na internet são tudo uns 'leão'", disse Nego Di em um trecho que foi gravado. O comediante também diz que Fabrício se colocou em posição de alvo durante a live.

Annabel compartilhou os trechos sem falar o nome de Nego Di e borrando a imagem, mas ainda assim é possível identificar o participante do "BBB 21". A jornalista disse que espera que ele tenha mudado, mas falou que só terá certeza disso ao assistir o reality show da Globo.


    Leia tudo sobre: bbb

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários