miley cyrus e mary jane
Instagram/Reprodução
Miley e Mary Jane

Miley Cyrus falou sobre o falecimento de sua cachorrinha Mary Jane na tarde desta quinta-feira (7) e fez uma homenagem que emocionou seus seguidores. De acordo com a cantora, a cadela enfrentava um câncer há um ano.

"Qualquer um que me conhece e não precisa ser muito bem sabe que a minha melhor amiga em todo o mundo é uma pitbull adotada chamada Mary Jane. MJ foi diagnosticada com câncer há mais de um ano e desde então múltiplos tumores. Falaram para mim que seria um tempo incerto até o momento que ela partiria. Fui aconselhada a aproveitar cada segundo com o seu espírito especial, o que não era nada novo. Foram 10 anos", começou Miley, em seus stories.

"Na vida é fácil tomar as coisas como certas. Deixar esses pequenos milagres passar por você sem momentos de gratidão. Para ser óbvio quando os raios do céu brilhem em você. Mas isso veio para o meu anjo Mary Jane... Jamais esquecerei o presente que me foi dado. Ela fez isso impossível. Ela foi uma cadela com asas no caminho. Eu agradeci a ela repetidamente enquanto ela dava seu último suspiro por quem e para o que ela foi para mim. Ela foi alguém mais que um amigo ou membro da família. Alguma coisa muito diferente. Que não é possível definir. Nossa conexão era puramente divina. Um amor incomparável.".

A cantora ainda afirmou que sua relação com a cadela foi única e especial. "Eu agradeci a ela repetidamente enquanto ela dava seu último suspiro por quem e para o que ela foi para mim. Ela foi alguém mais que um amigo ou membro da família. Alguma coisa muito diferente. Que não é possível definir. Nossa conexão era puramente divina. Um amor incomparável.".

"Nesse tempo era meu dever devolver todos os seus favores e manter ela confortável, feliz e livre de qualquer dor ao máximo possível. Ela sempre fez isso por mim. Ela não está mais sentindo dor, mas eu estou. E isso é amor. Mary Jane se foi com graça, dignidade, paz e poder. Ela viveu a regra de ouro de bondade e compaixão para tudo. Ela foi forte quando precisou ser, mas não foi por muito tempo. Ela nunca deixaria a alma dela se fechar. Ela viveu tão aberta. Para amar e ser amada. Se todos nós fôssemos um pouco mais como Mary Jane.", concluiu.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários