Eduardo Costa
Reprodução / Instagram
Eduardo Costa


Em entrevista à rádio Jovem Pan, Eduardo Costa disse ter se  arrependido por apoiar Bolsonaro (sem partido) nas eleições presidenciais de 2018. "Hoje eu não apoio ninguém, só quero ver meu país melhor. Naquela época eu saí da casinha porque estava revoltado com a situação do país", disse.

"Coloquei para fod** nas minhas redes, comecei, inclusive, a falar de política de uma forma agressiva. Percebi que conseguimos eleger um político usando nossa influência como artista, mas não conseguimos tirá-lo de lá", continuou.

Costa também disse que, após refletir, passou a gostar um pouco mais da esquerda. "É muito triste ver que eu tentei transformar a minha opinião em realidade, a discordância política é maravilhosa. Através desta minha reflexão, comecei a gostar de algumas coisas da esquerda. Por exemplo, o pessoal da esquerda é mais corajoso, tem mais peito, é um pessoal que chega e faz. O povo da direita também tem suas qualidades".

Por fim, ele disse que o povo brasileiro está pagando um "preço caro" por ter votado no atual presidente. "Precisamos buscar o melhor para o Brasil porque nosso povo paga um preço muito caro por votar mal. Isso não significa que eu voto bem. Votamos, colocamos o cara lá e só depois vemos a merd* que fizemos".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários