O cantor Markinhos Moura estourou em todo o Brasil com a música "Meu Mel", que vendeu 100 mil cópias. O artista, hoje com 53 anos, fez sucesso nos anos 80 e era uma figura certa nos programas de auditório da época. Em entrevista ao site Gay Blog, ele relembrou esse período e disse que nunca escondeu a sexualidade do público.

Markinhos Moura
Reprodução/Instagram
Markinhos Moura, sucesso nos anos 80, diz que nunca esteve no armário

"Eu usava camisetas decotadas para época. Eu era loiro, eu descoloria o cabelo, e fui um dos primeiros artistas depois do Jô Soares e do Benito di Paula, a usar brinco. Você imagina o quanto isso custou na época... Nunca tive a necessidade de falar disso. Era uma época que você não podia falar isso e eu vivia com um séquito atrás de mim, me policiando. Tinha muita gente que como eu, não podia se mostrar, como hoje, como depois poderia se mostrar. Eu nunca estive no armário, eu sempre estive na frente do armário, abrindo a porta para quem quisesse entrar ou sair", disse Markinhos.

Mesmo com todo o sucesso que fez, o cantor revelou que não chegou nem perto de enriquecer, muito menos conseguir guardar dinheiro para o futuro. "Ganhei na época o que dava para me sustentar e ajudar a minha mãe, mas não deu tempo de eu comprar imóvel. E outra coisa, não se ganhava muito naquela época. Eu podia ter uma aposentadoria se as pessoas que tivessem comigo, tivesse me orientado desde aquela época a começar a pagar. Eu não tenho aposentadoria. Isso foi um erro muito grande, então eu não ganhei dinheiro que desse para eu juntar", disse. Markinhos ainda comentou que foram poucas as celebridades da época que conseguiram enriquecer da maneira como os artistas fazem hoje.

    Leia tudo sobre: gay

    Veja Também

      Mostrar mais