Ana Maria Braga
Reprodução/Globo
Ana Maria Braga

Na última segunda-feira (21), a apresentadora Ana Maria Braga foi a convidada do " Roda Viva ", programa de entrevistas da TV Cultura . Durante a conversa, ela revelou ter quebrado o braço na tentativa de evitar ser assediada sexualmente por um diretor.

Segundo a contratada da Globo , na fuga, ela caiu de uma escada e quebrou o braço. "O assédio não foi feito físicamente, eu estava na sala de um diretor. Ele pediu um projeto de um programa de TV para mim. Eu fiz um projeto lindo, acreditando que eu podia sair da tarde e entrar na grade da noite. Fiz um belo projeto jornalístico, ele dizia que eu podia ser a nova Hebe . Porém, quando entreguei, ele veio para cima", iniciou ela.

"Com isso eu fiquei completamente estupefata. Ele falou: 'olhe, vem aqui'. Depois da fala dele, eu fugi com tanto ímpeto que eu despenquei da escada. Alguém me socorreu lá, eram os diários associados na época", continuou ela, citando onde trabalhava.

"Após isso, eu marquei um reunião para falar daquele indíviduo para o chefe geral", completou Ana. Questionada se gostaria de dar nome aos bois, a apresentadora negou. "Não, não há necessidade. Todo mundo já percorreu o seu caminho".

Após a reunião, todavia, Ana contou que seu agressor saiu ileso. "Não foi punido, ficou como estava. Ele continuou sendo o que ele era. A gente não se encontrou mais. Passado muitos anos, eu estava saindo de um restaurante, e essa figura estava adentrando o recinto. Quando ele olhou para mim, ele baixou o olho e se mandou", pontuou ela.

A com Ana Maria Braga com entrevista também gerou uma discussão sobre um possível tom machista de algumas perguntas. A apresentadora da Globo  ainda contou sobre como teve que fugir de casa para estudar, e nunca pôde se reconciliar com o pai.




    Veja Também

      Mostrar mais