A atriz Bruna Maquezine resolveu se posicionar após os seguidores pedirem para ela fazer um mutirão nas redes sociais para “cancelar” a influencer e coach Luisa Nunes Brasil, que virou assunto após postar um vídeo com declarações polêmicas consideradas racistas. Os seguidores apelaram para Bruna porque ela conseguiu  movimentar o Twitter na época do “BBB 20” para defender a amiga Manu Gavassi.

Bruna Marquezine, Luisa Nunes Brasil
Reprodução/Instagram
Bruna Marquezine criticou Luisa Nunes Brasil


Leia também: Globo encerra contrato com Bruna Marquezine; saiba a razão

Sempre atenta ao que acontece nas redes sociais, Bruna Marquezine disse que não faria o mutirão porque não queria dar espaço para influencer. “E dar mais espaço pra essa pessoa? Não, não. É numa dessa de fazer mutirão que 'as farinhas' do mesmo saco se encontram e ela ganha força. Já dei RT, like em post denunciando e denunciei eu também. Por isso que não dá pra 'fazer mutirão' pra denunciar esse tipo de gente, quanto mais palco mais os semelhantes se identificam e ganham força. Cruz credo”, escreveu.

Leia também:  Bruna Marquezine desabafa sobre problemas psicológicos: "terapia era urgência"

No vídeo em questão, Luisa fala que o “ racismo é algo natural”, “um instinto de defesa” e que é “normal” uma pessoa sentir medo, por exemplo, ao ver um negro em um parque e não sentir medo de um branco usando terno e gravata. A influencer possui 56 mil seguidores no Instagram.  

    Veja Também

      Mostrar mais