A jornalista Carla Vilhena, que por anos trabalhou na Globo , resolveu opinar sobre as declarações feitas por Jair Bolsonaro e Lula na última terça-feira (19). Tanto o atual quanto o antigo presidente falaram sobre a pandemia do novo coronavírus. No Twitter, a ex-apresentadora do “Bom Dia SP” falou que seu “ouvido não é penico”.

Leia também: Bolsonaro compartilha vídeo de Mário Frias e levanta dúvidas sobre Regina Duarte

Bolsonaro, Carla Vilhena e Lula
Reprodução/Instagram/Globo
Carla Vilhena rebate falar de Bolsonaro e Lula


Leia também: Repórter leva bandeirada em manifestação pró-Bolsonaro, veja vídeo

Primeiro, Carla Vilhena reproduziu uma fala de Lula feita em uma live: “‘Ainda bem que a natureza criou esse monstro chamado coronavírus para que as pessoas percebam que apenas o Estado é capaz de dar a solução’. Lula, hoje”, postou a jornalista. Ela acrescentou uma fala do atual presidente feita no mesmo dia: “‘Quem é de direita toma cloroquina , quem é de esquerda, tubaína’. Bolsonaro, hoje também”.


Leia também: Gloria Maria sobre política atual: "Eu  já teria apanhado, ou já teria batido"

Em desacordo com as declarações, Carla Vilhena declarou: “Meu ouvido não é penico, senhores”. “É de lascar o cano, sô!!!”, comentou o cantor Lobão e a jornalista respondeu: “Que deprê, amigo”. Confira a repercussão do post da jornalista:





    Veja Também

      Mostrar mais