Após supostamente encerrar uma instabilidade política com a secretária de Cultura Regina Duarte — após a recondução momentânea, à sua revelia, de Dante Mantovani à Funarte, a própria atriz disse que achava que estava sendo dispensada —, o presidente Jair Bolsonaro voltou a provocar especulações sobre o futuro do setor vinculado ao Ministério do Turismo.

Leia também: Regina Duarte se irrita com Maitê Proença em entrevista: "Não foi combinado!"

Mario Frias e Regina Duarte
Reprodução
Mario Frias e Regina Duarte


Na manhã desta terça-feira (19/5), o presidente compartilhou o trecho de uma entrevista concedida por Mário Frias à rede CNN Brasil  no dia 6 de maio, quando o nome de Regina Duarte vinha sendo apontado como iminente queda no governo. À época, aliás, os atores Humberto Martins e Mário Frias já haviam sido apresentados a Bolsonaro como possíveis substitutos para a secretária.

Leia também: Regina Duarte diz que imprensa “espalha desgraça” sobre Covid-19

No vídeo publicado por Jair Bolsonaro em sua página no Facebook e no Twitter, Mário Frias tece elogios ao presidente e demonstra admiração por Regina Duarte — vale lembrar que Frias foi um dos poucos artistas a comparecer na posse de Regina. Quando perguntado se estaria sendo cotado para substituir a Secretaria de Cultura, ele dá uma risada e diz que receberia o convite com entusiasmo.

Leia também: Artistas cobram ações de secretária da Cultura em vídeo: "Cadê Regina Duarte?"

"Olha só, para ser bem direto para o Jair: para o que ele precisar, estou aqui. Torço demais pela Regina. Ela é um ícone para mim, uma pessoa que mexeu no meu coração. Amo você, Regina! Sou seu fã" afirmou o ator. "Mas pelo Brasil, estou aqui. Se for preciso, não vou correr. Respeito o Jair demais. Vejo o Brasil com chance de finalmente ser um país respeitado, digno, honesto, com uma democracia forte e consolidada".


    Veja Também

      Mostrar mais