De acordo com a colunista Fabia Oliveira, o deputado estadual Bruno Dauaire apresentou na última quarta-feira (1), uma queixa-crime na Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ e outra na Subprocuradoria de Justiça de Assuntos Criminais e Direitos Humanos contra o ex-diretor de TV Rodrigo Branco no caso de racismo contra Maju Coutinho e Thelma, do " BBB 20 ".

Leia também: Após racismo, ex-Band Rodrigo Branco chama Bella Falconi de autista em vídeo

Maju Coutinho e Rodrigo Branco arrow-options
Reprodução/Instagram
Maju Coutinho e Rodrigo Branco


Leia também:Após racismo, ex-Band Rodrigo Branco chama Bella Falconi de autista em vídeo

O deputado teria solicitado aos órgãos responsáveis que tomem as medidas cabíveis nos casos de injúria racial. “Diante deste cenário, observa-se claramente que Rodrigo Branco direcionou suas palavras não com o objetivo de atingir a repórter Maju Coutinho , mas, sim, a usou como exemplo de sua concepção racista e preconceituosa, menosprezando ambas as mulheres simplesmente por serem negras. Suas declarações fomentam o ódio e o preconceito, num total descompasso com toda luta histórica que as pessoas decentes deste país vêm travando na busca pela igualdade e respeito entre as pessoas”, argumentou ele.

Leia também: Maju Coutinho pretende processar por racismo o empresário que a atacou

À jornalista, o deputado disse que Rodrigo Branco cometeu crime de racismo com Maju Coutinho , tratado pelo direito penal brasileiro como crime de ação pública. “Tomei conhecimento através da reportagem do jornal O DIA e fiquei assustado com o que esse cidadão falou e mais ainda por não ter visto reação imediata de diversos segmentos. Depois, vi o vídeo que ele fez para tentar justificar e concluí que o Rodrigo é mais racista do que ele próprio imagina”, disse.

    Veja Também

      Mostrar mais