A pandemia de Covid-19 que assola a Inglaterra e o mundo tem feito o príncipe William pensar em voltar aos tempos em que era piloto de resgate médico de um helicóptero. Segundo o jornal "The Sun", ele revelou, em visita a um hospital neste mês, que gostaria de ajudar o NHS (National Health System, o sistema de saúde público de lá) da mesma forma que ajudou o exército britânico, ao pilotar uma UTI aérea.

Leia também: Filhos de William e Kate aplaudem profissionais da saúde contra coronavírus

Príncipe William e Kate Middleton arrow-options
Reprodução/Instagram
Para ajudar no combate ao coronavírus, Príncipe William quer voltar a ser piloto de resgate


Leia também: Príncipe William cobra cuidados do Instagram por conteúdos suicidas

"William tem pensado seriamente em retornar como piloto de ambulância aérea para ajudar na atual pandemia", disse uma fonte ao jornal. "'Ele sabe que todo o país está fazendo a sua parte e quer ajudar. Mas é complicado, pois ele foi originalmente impedido de trabalhar para poder se tornar um membro sênior da realeza. Esse papel é ainda mais importante agora, já que Charles está doente, Harry foi embora com Meghan e Andrew foi efetivamente barrado da vida pública. Mas William está muito interessado em fazer o possível para ajudar."

Leia também: Harry e Meghan ficam distantes de Kate e William em despedida da Realeza

William pilotou a ambulância aérea East Anglian Air Ambulance de 2015 a 2017, transportando doentes para hospitais em toda a Inglaterra . Antes disso, ele foi piloto de resgate da RAF, a Força Aérea Britânica.

William e Kate Middleton, juntando com os príncipes George, Charlotte e Louis, estão isolados na casa de campo Anmer Hall, em Norfolk

    Veja Também

      Mostrar mais